Daniella afirma que PP vai esgotar diálogo antes de decidir quem apoia

A deputada estadual Daniella Ribeiro, do Partido Progressista, cujo nome tem sido cotado para compor a chapa do pré-candidato ao governo José Maranhão (MDB), no papel de postulante ao Senado, advertiu que a demora do PP em oficializar decisão sobre apoio a postulantes em chapas majoritárias na Paraíba decorre da estratégia adotada internamente, no sentido de serem esgotados todos os canais de diálogo antes que o martelo seja batido. Daniella ponderou que o PP tem seguido o que é fundamental em uma agremiação com independência: dialogar.

– Não há a menor possibilidade de tomada de decisões isoladas por parte do PP. Estamos, justamente, desencadeando um processo de ausculta das nossas bases e dos nossos aliados, considerando, com prioridade, as propostas que mais interessam à Paraíba –revelou a deputada. Daniella Ribeiro tem apoio do pai, Enivaldo, presidente estadual do PP e do irmão, Aguinaldo, deputado federal e líder do governo Michel Temer na Câmara. A deputada iniciou sua trajetória política como vereadora em Campina Grande, e na primeira eleição à Assembleia Legislativa, figurou como a décima oitava mais votada. Na segunda eleição, em 2014, já logrou ficar em segundo lugar no ranking.

Ela, também, foi candidata a prefeita de Campina Grande, não logrando êxito em virtude de manobras políticas de adversários, que trabalharam para minar espaços de composição com outros partidos, ocasionando-lhe prejuízo no tempo de propaganda reservado aos partidos no Guia Eleitoral. Tida como uma deputada atuante, que vota matérias em plenário de acordo com sua consciência, Daniella tem sido cortejada para aliança por diferentes partidos, além do MDB. Um ponto já foi deliberado pelo PP através de seus dirigentes: o partido não aceita compor chapa indicando candidato a vice-governador(a). “A fase de papel coadjuvante do PP não combina mais com o figurino da agremiação”, assinala Daniella.

Nonato Guedes