Ciro vem lançar Lígia mas Estelizabel acha que vice vai rever a sua candidatura

“É Ciro lá, Lígia cá”. Com esse apelo massificado em redes sociais, a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano (PDT)faz uma espécie de convocação para o comparecimento do público nos atos de lançamento da sua pré-candidatura ao governo amanhã, em João Pessoa e Campina Grande, com a presença do presidenciável Ciro Gomes, ex-ministro da Integração Nacional e ex-governador do Ceará. Lígia postou fotos ao lado de Ciro e reafirmando que sua postulação está firme. Não obstante, a deputada estadual Estelizabel Bezerra, do PSB, prognosticou, ontem, que a vice-governadora poderá rever sua pretensão e passar a convergir em torno do projeto liderado pelo governador Ricardo Coutinho e que tem como candidato ao governo o ex-secretário João Azevedo.

De acordo com a programação divulgada com a imprensa, o lançamento da pré-candidatura de Lígia por Ciro acontecerá às 9h no Sindicato dos Bancários. O ex-ministro e presidenciável aproveitará a oportunidade para conversar com os paraibanos e se apresentar como postulante ao Palácio do Planalto. Após ser anunciado como pré-candidato, Ciro Gomes revelou que tomará “muito mais cuidado” com as declarações que faz publicamente. O estilo polêmico tem rendido sangria de votos para o ex-ministro, tido como “pavio curto”. Ainda assim, em pesquisas divulgadas nos últimos dias, o pedetista mantém polarização com Jair Bolsonaro nas intenções de voto de parcelas do eleitorado em diferentes regiões, no vácuo da incerteza do eleitor quanto à confirmação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e foi condenado a 12 anos de detenção.

Lígia já está convidando para café da manhã. Por outro lado, a deputada Estelizabel Bezerra (PSB) foi enfática ao dizer a jornalistas que acredita em uma reviravolta na postura da vice-governadora Lígia Feliciano, com a sua desistência em ser candidata, passando a compor “a unidade no projeto liderado pelo governador Ricardo Coutinho, unidade que é importante para que não tenhamos retrocesso”. Estelizabel observou que o fato de Lígia declarar-se “partícipe” de avanços implementados no projeto administrativo em curso traduz seu reconhecimento à operosidade do governo Ricardo Coutinho, cujo candidato “in pectoris” ao Palácio da Redenção é o ex-secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos, João Azevedo.

– Todo partido tem legitimidade de apresentar nomes, mas é preciso que as forças que convergem na defesa do projeto administrativo que está em curso se unam. Eu acho que é humano e legítimo fazer a propositura, mas, ao mesmo tempo é responsável, com a Paraíba, manter uma certa unidade para que não venhamos a enfrentar retrocessos danosos- salientou Estelizabel.

Nonato Guedes