Polícia procura presidiário acusado de incendiar casa da companheira após crise de ciúmes em CG

0
112
Foto: Reprodução

Um homem é procurado após atear fogo em sua própria casa nesta quinta-feira (30) após um acesso de raiva e de ciúmes contra a companheira. O caso foi registrado no Bairro do Quarenta, em Campina Grande.

Segundo relato do pai da moradora, não resta dúvidas que o incêndio foi provocado pelo genro dele, que revoltado, numa crise de ciúmes ateou fogo na casa.

“Não tem como ter sido um curto circuito, minha filha gastou o que não tinha pra construir essa casinha, pra ele vim e fazer uma coisa dessas, ele viu no celular dela a foto de um rapaz, teve ciúme por algo que não existe”, explicou Ariosvaldo.

Conforme relato do mesmo, quando o ex-presidiário tentou espancar a mulher, ela se evadiu e foi pra casa das vizinhas e quando ele viu que ela tinha saído ateou fogo na casa.  

Os bombeiros conseguiram controlar o fogo, impedimento que ele avançasse para as casas vizinhas.  Ainda assim, não conseguiu salvar a casa, que teve perda total.

O homem suspeito de incendiar a própria casa fugiu.

A esposa do homem disse que vinha sofrendo violência doméstica provocada pelo marido, e por isso foi levada para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Da Redação