Polícia Civil prende suspeito de matar o jovem que foi atendido pela própria mãe em hospital de Santa Rita/PB

Foto: Reprodução

A Polícia Civil da Paraíba prendeu na manhã desta quinta-feira (17), o suspeito de ter praticado o crime que culminou com a morte do jovem Gabriel Francelino Olímpio (foto) de 22 anos, filho de uma enfermeira que atendeu o próprio filho no Hospital Metropolitano de Santa Rita.

Na ação também foi presa uma mulher por posse ilegal de arma e apreendido um revólver calibre 38 e munições calibre 12. Ela é esposa de outro envolvido no crime, que ainda está foragido. A prisão ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedida pela Justiça.

O caso aconteceu no dia 14 de fevereiro deste ano e chamou a atenção pelo fato da enfermeira que atendeu vítimas de um tiroteio em Santa Rita ter socorrido o próprio filho, que não resistiu. “A vítima foi atingida por engano. O jovem estava no lugar e na hora errada. Infelizmente veio a óbito e de forma mais trágica ainda por sido socorrido para o hospital e ter sua própria mãe como enfermeira plantonista”, disse o delegado.

As prisões de hoje só foram possíveis devido ao trabalho investigativo do Núcleo de Homicídios da Delegacia de Santa Rita, que levantou as informações e representou pela prisão preventiva junto à Justiça.

Ambos presos possuem passagens pela polícia. Um deles responde por homicídio e usa tornozeleira eletrônica. Detidos, os criminosos foram encaminhados à delegacia seccional de Santa Rita e estão à disposição da Justiça, aguardando audiência de custódia.

de Ascom/PC