Polêmica: Esposa do governador de São Paulo é contra dar roupa ou comida para moradores de rua

A esposa de João Doria, governador de São Paulo, se envolveu em uma baita polêmica nessa quinta-feira (02), enquanto era entrevistada pela socialite Val Marchiori no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Presidente do Fundo Social de São Paulo, a primeira-dama Bia Doria se colocou contra o ato de alimentar moradores de rua. Segundo ela, essa prática pode estimular que essas pessoas não tenham “responsabilidade”. Bia Doria ainda defendeu que “não é correto chegar lá na rua e dar marmita”, porque, de acordo com ela, “a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem que sair da rua”.

“As pessoas que estão na rua… Não é correto você chegar lá na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem que sair da rua. A rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua — disse a primeira-dama paulista.

E acrescentou:

“A pessoa quer receber comida, roupa, uma ajuda, e não quer nenhuma responsabilidade. Isso está muito errado.”

Essa é a primeira dama de SP. Sim, para ela o mendigo escolheu ficar na rua por capricho. pic.twitter.com/UeC8cLbXJ8

— #PartidoGenocidaChinês (@allantercalivre) July 3, 2020

Deixe uma resposta