PMJP e UFPB renovam parceira para formações dos professores de língua inglesa da Rede Municipal

0
108

A secretária de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP), Edilma da Costa Freire, renovou na tarde desta quarta-feira (17) a parceira com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para a formação dos professores de língua inglesa da Rede Municipal de Educação.

Irão participar da formação cerca de 70 professores. “Nosso objetivo é melhorar o ensino no município de João Pessoa. E é importante a renovação de uma parceria como essa porque estarmos inovando ano a ano na nossa formação de professores. Essas parcerias buscam otimizar cada vez mais o conhecimento do nosso docente, para que isso possa refletir no aprendizado do dia a dia do nosso alunado em sala de aula”, explicou a secretária.

A formação acontece de 24 de abril a 19 de junho, no Centro de Línguas Estrangeiras (Celest), com uma carga horária de 40h. O curso será ministrado pela especialista americana no ensino da Língua Inglesa, Chloe Bellows.

“A formação dos professores se dá graças a uma parceria da Prefeitura Municipal de João Pessoa, UFPB e Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife. Estamos juntando forças para que os professores estejam aptos a trabalhar dentro das novas demandas da atualidade, desenvolvendo um trabalho voltado para a necessidade do aluno com um ensino contextualizado, fazendo um trabalho que desperte neles o protagonismo no despertar do idioma”, disse Ana Carolina Bastos, vice-coordenadora do projeto de extensãoEspaços para a Formação do Professor de Língua Inglesa (EFOPLI) da UFPB.

Formação – Serão trabalhados temas como ensino aprendizado de idiomas em cima de perspectiva contextualizada, considerando o aluno como protagonista desse processo, fortalecimento da comunidade da língua inglesa, o uso de novas tecnologias e leitura crítica. Os professores terão todo o suporte e apoio das instituições envolvidas.

“Com isso vamos conseguir modernizar ainda mais o ensino do Inglês e fortalecer a comunidade de língua inglesa aqui em João Pessoa. Quem ganha com isso também são os nossos alunos, porque terão professores mais bem preparados”, ressaltou a diretora do Celest, Mariana Fontinele.