PM de Patos baleado em chacina recebe alta da Ala Vermelha, mas corre risco de ficar paraplégico

A assessoria do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande divulgou nesta quinta-feira (24) a atualização do estado de saúde do sargento militar da reserva, Benedito da Silva Araújo, de 56 anos, conhecido como ‘Bené’, o qual foi atingido no tórax por um disparo de arma de fogo efetuado pelo seu próprio filho de 13 anos de idade, no último sábado (19) na cidade de Patos.

Conforme o médico, Dr. Elvis Lievert, o paciente recebeu alta da Ala Vermelha e encontra-se internado em uma enfermaria na Ala Neurológica aos cuidados da Neurocirurgia. O profissional da saúde disse que o sargento permanece estável, mas continua sem mexer as pernas e sem senti-las.

Dr. Elvis falou também que não há previsão de alta médica. Ele explicou que não pode afirmar cem por cento, mas disse que há grandes possibilidades do sargento ficar paraplégico.

“O ideal é que a gente espere ao longo do tempo para poder afirmar um diagnóstico com certeza, mas muito provavelmente ele não retorne a movimentar os membros”, relatou o médico.

Com Diário do Sertão