Pliskova bate Muguruza e avança à semi no Finals; Venus vence Ostapenko

Pliskova é a atual número 3 do mundo, 570 pontos atrás da líder Halep (Roslan Rahman/AFP)

A primeira semi finalista do WTA Finals foi definida nesta terça-feira. Número três do mundo, Karolina Pliskova passou fácil pela vice-líder do ranking, Garbiñe Muguruza e se garantiu não só liderança do Grupo Branco, como na próxima rodada da competição. A tcheca venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/2 em apenas uma hora de jogo. Essa foi a sétima vitória em nove duelos de Pliskova sobre a espanhola.

O resultado também elimina Jelena Ostapenko, que foi derrotada, também nesta terça-feira, pela norte-americana Venus Williams. Pliskova enfrenta a letã na próxima quinta-feira pensando principalmente nos pontos que podem ajudá-la a voltar à liderança do ranking. Já Muguruza terá um confronto direto contra Venus Williams pela segunda vaga do grupo.

Com um ótimo desempenho no saque, Pliskova precisou de apenas uma hora para vencer a espanhola. Chegou à quebra de serviço logo no segundo game, salvou um break point para abrir 3/0 e voltou a quebrar no oitavo game para vencer o primeiro set em 27 minutos.

Na segunda parcial, a tcheca defendeu duas chances de quebra logo no primeiro game e conseguiu a quebra na sequência, abrindo uma vantagem de 4/0. No sétimo game, Muguruza chegou a salvar três match points, devolveu uma das quebras de saque, mas não foi suficiente para reverter o placar.

Venus Williams x Jelena Ostapenko

Venus Williams é atual número 5 do mundo (Foto: Roslan Rahman/AFP)

Derrotadas na primeira rodada do Finals, Venus Williams e Jelena Ostapenko entraram em quadra precisando da vitória para se manter na competição, e foi a norte-americana quem levou a melhor. Em confronto marcado por 20 quebras de saque, Venus venceu por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (3-7) e 7/5, em 3h13 de jogo.

A partida já começou intensa, com duas quebras nos dois primeiros games, uma para cada lado. Na sequência, duas confirmações e mais três quebras, duas delas para Ostapenko, que abriu 5/3 e sacou para fechar o set. Porém, a letã falhou nos dois games de serviço e viu Venus virar o jogo e fechar a parcial em 7/5.

Se não bastassem sete quebras no primeiro set, o segundo teve mais seis. No oitavo game, Venus chegou ao match point no saque de Ostapenko, mas desperdiçou a oportunidade, deixou a adversária se recuperar e levar a partida para o tie-break. No desempate, a norte-americana não confirmou um serviço sequer e a letã fechou a parcial.

Assim como no primeiro set, o terceiro contou com mais sete quebras de serviço, totalizando 20 na partida toda. Foram seis games em sequência com quebras de saque e a sétima quebra veio no 11º game. Desta vez, Venus não desperdiçou, confirmou a vantagem e sacramentou a vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *