Pix Cobrança: Serviço vai oferecer pagamento semelhante ao boleto bancário

0
98

Nesta última quinta-feira, 22, o Banco Central anunciou que o sistema do Pix oferecerá serviço para pagamento semelhante ao boleto bancário que começará a funcionar a partir do dia 14 de maio. A funcionalidade é chamada de Pix Cobrança.

A ferramenta permitirá que a empresa ou o prestador de serviço emita um QR Code para receber pagamentos imediatos em pontos de venda ou comércio eletrônico, por exemplo, além de cobranças com vencimento futuro. Além do valor, será possível configurar juros, multa e descontos.

Da mesma forma que é feito no boleto bancário, na ferramenta, é possível configurar outras informações além do valor, como juros, multa e descontos. As instituições que participam do sistema passarão por período de adaptação até o mês de julho.

Veja mais: 

  • Banco do Brasil é o primeiro a lançar Pix no WhatsApp
  • Credicard lança conta grátis com Pix para aumentar acesso a cartões de crédito

De acordo com o Banco Central, as instituições participantes do Pix, que não conseguirem oferecer uma experiência completa de pagamento (leitura do QR Code e pagamento em data futura) dentro do período de 14 de maio até 30 de junho, terão que, pelo menos, permitir a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code, com todos os encargos e abatimentos calculados corretamente.

“Esse é um período transitório, que dá as instituições um tempo adicional para finalizar as adequações nos sistemas”, disse o BC. Outra novidade do Pix será o Pix Agendado que será exigido a partir de 1º de setembro de 2021.

Veja também: Cuidado! Criminosos estão enviando email falso da Caixa que finge bloqueio do Pix. Veja como identificar