Pietro Fittipaldi renova com a equipe Haas

0
91

O piloto Pietro Fittipaldi renovou seu vínculo com a equipe Haas, da Fórmula 1, para sua terceira temporada consecutiva como terceiro piloto do time americano. Fittipaldi foi o último brasileiro a correr na categoria, quando substituiu Romain Grosjean nos GPs de Sakhir e de Abu Dhabi em 2020.

O piloto, que é neto do bicampeão mundial Emerson Fittipaldi, acompanhou a equipe em todas as etapas do mundial. Isto ocorreu por um temor do time de que, caso algum dos titulares não pudesse correr, não houvesse tempo hábil para que o reserva pudesse substituir qualquer um dos titulares por conta das restrições de circulação entre países.

Embora tenha ficado na rabeira do grid nas duas corridas que participou, Pietro Fittipaldi conseguiu terminar as duas provas. O brasileiro chegou em 17º em Sakhir e 19º em Abu Dhabi, performance que foi elogiada por membros da equipe.

“Ele sequer tinha testado o VF-20 – modelo da Haas na temporada passada –. Ele não se deixou levar pelo momento, ele provou ser paciente e, por fim, fez o que lhe foi pedido”, afirmou o chefe da equipe, Guenther Steiner após o GP de Abu Dhabi.

Junto com Williams e Alfa Romeo, a Haas figura como uma das piores equipes do grid e em 2020 esta vulnerabilidade ficou ainda mais evidente por conta do fraco desempenho do motor Ferrari.

Pietro Fittipaldi é terceiro piloto da Haas pela terceira temporada seguida. Crédito: Haas F1 Team – Divulgação

Chances de titularidade

A Haas é o time com a dupla de pilotos mais controversa em todo o grid da Fórmula 1 de 2021. Em um carro, estará Mick Schumacher, campeão da temporada 2020 da Fórmula 2 e filho do heptacampeão do mundo Michael Schumacher.

Entretanto, no outro cockpit estará Nikita Mazepin, um piloto pagante, que é filho do bilionário russo Dmitry Mazepin. Nikita é cercado de polêmicas, já que é considerado um piloto “sujo”, por ter em seu histórico manobras que colocaram companheiros em risco.

Além disso, o russo também é acusado de assédio, por ter divulgado um vídeo em que tenta colocar a mão por dentro da blusa de uma jovem. o investimento pesado ofertado pelo pai de Mazepin dificulta a demissão do piloto.

Do outro lado, existe a esperança da Ferrari de ter Mick Schumacher dirigindo um de seus carros. Por conta disso, as chances de Pietro se tornar um dos titulares do time é considerada muito baixa.

Via: Motor Sport

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!