Paraibana desaparecida há quase um mês na Ucrânia durante guerra é encontrada

A paraibana Silvana Vicente Pilipenko, de 53 anos, que estava desaparecida há quase um mês desde o início da guerra na Ucrânia, foi encontrada. A informação foi confirmada pela família nesta terça-feira (29). 

Ela estava sem contato com parentes desde o dia 2 de março, bem como seu marido que é ucraniano e moram na cidade que é um dos principais alvos dos ataques russos.

Segundo informações da família, um motorista conseguiu retirá-la do local onde estava e estão seguindo para região da Crimeia, no sul da Ucrânia.

A preocupação sobre o paradeiro da artesã já comovia muitas pessoas, e a angústia tomava conta, com a possibilidade de seu desaparecimento devido ao conflito que a Rússia iniciou na Ucrânia, que já matou centenas de pessoas e gerou milhões de refugiados, além de famílias que não conseguem sair do país. 

Logo nos primeiros dias dos ataques, Silvana demonstrou preocupação, mas não deixou Mariupol. Ela estava em um apartamento com o marido, o ucraniano Vasyl Pilipenko, e a sogra de 86 anos. 

Uma das irmãs da paraibana disse ainda não ter detalhes do trajeto que será feito para tentar fugir da guerra, mas que existe a possibilidade de retorno ao Brasil ou de refúgio na Crimeia. 

A paraibana reside em Mariupol, cidade do Leste do país, há quase 30 anos. Ela havia enviado um vídeo para a família contando a dificuldade para estabelecer contato antes de desaparecer.

Fonte: ClickPB

Foto: Reprodução