Trauma recebe diariamente uma média de 23 pessoas vítimas da acidentes

trauma

O Hospital de Trauma de Campina Grande registrou 22.333 atendimentos somente até março deste ano e destes,  2.110 foram relativas a acidente de moto, uma média de 23 pessoas acidentadas por dia. Na maioria dos casos, as pessoas que condiziam as motos estavam embriagadas ou cometeram alguma imprudência.

No entendimento do diretor do hospital, médico Geraldo Medeiros, mais de 80% dos acidentes poderiam ser evitados se o motociclista respeitasse a legislação de trânsito. “Geralmente são acidentes fatais, pois 40% das vítimas morrem no local, 25% no hospital e os 35% restantes ficam sequelados e com traumas psicológicos para o resto da vida, sem falar no impacto negativo na previdência social”, disse.