Suplente de vereador pode ter sido morto por motivação política

anderson

A investigação policial sobre a morte do suplente de vereador, Wellisson Anderson Pereira França, o Anderson Maravilha (PPL), considera a possibilidade de ele ter sido morto por questões politicas. A Polícia Civil disse que está trabalhando com algumas possibilidades e a motivação politica não está descartada. O rapaz de 31 anos foi morto a tiros na noite de terça-feira (10), no bairro Santa Rosa.

De acordo com a delegada de Homicídios Elen Maria, inicialmente a família de Anderson disse que ele não havia tido nenhuma rixa, mas que não descarta nenhuma hipótese. “Ainda não sabemos o motivo, mas não temos dúvidas de que foi uma execução. A família informou que ele estava se preparando para assumir uma vaga na Câmara de Veeradores de Campina Grande”, disse.

Os amigos do rapaz disseram que ele era conhecido pela popularidade. “Ele dançava quadrilha, tinha um boi de carnaval aqui e o tínhamos como uma boa pessoa, muito ativo, sem envolvimento com nada de errado, aqui ficou todo mundo surpreso”, disse um morador do bairro de Santa Rosa, que não quis se identificar.

 

amei