“Se eu tiver de ganhar comprando voto, essa campanha está perdida”, afirma empresário pré-candidato a deputado

bolinha3

O empresário Artur Bolinha (PPS), pré-candidato a uma das vagas na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) falou sobre ações governamentais, metas e objetivos a serem compridos para que haja mudanças no cenário político atual. De acordo com Artur, apesar de nunca ter escondido a preferência pela vaga no Executivo, a decisão de se tornar candidato a deputado estadual foi bem pensada. Para ele, é necessário que haja, além de uma renovação dos nomes que ocupam a Assembleia, uma mudança nas práticas políticas.

Uma das bandeiras defendidas pelo pré-candidato é a fiscalização do Governo do Estado. Segundo Bolinha, o Legislativo paraibano carece muito de deputados que tenham o perfil independente e que esteja disposto a cumprir o papel que um parlamentar de fato deve cumprir.

“A nossa ideia é ter um posicionamento, independente do governador eleito. Votarei em todos os projetos que for de interesse, na minha leitura, do Estado, e votarei contra aquilo que não esteja de acordo. E farei isso com a mais profunda tranquilidade”, declarou.

Outro ponto definido por Bolinha é a transparência. Sua ideia é que, caso seja eleito, seu gabinete preste contas de quanto recebe mensalmente, quem trabalha e quais são as funções atribuídas a cada um. “Outro processo que é importante que a Assembleia Legislativa passe a adotar: transparência em seus gastos públicos. Tanto do ponto de vista da Assembleia como um todo, como individualmente de cada deputado. Uma atuação efetiva cumprirá fielmente um papel que trará um resultado muito importante pra sociedade. Esse é o papel do Legislativo paraibano”, dispara.

Ainda de acordo com Artur Bolinha, apesar do Brasil está passando por um processo complicado, o único caminho para haver uma melhora é a política bem feita e bem embasada, e isso começa a ser construído a partir da campanha.

“Quem acompanhou nossa forma de fazer campanha [quando candidato a prefeito de Campina Grande] sabe o que eu estou dizendo. Nós não demos um centavo a ninguém. E se eu tiver de ganhar uma campanha comprando voto de alguém essa campanha está perdida, porque eu não faço”, declarou Bolinha.

Em 2012, Artur disputou pela primeira vez uma eleição. Foi candidato a prefeito de Campina Grande e obteve 6.177 votos. Nas eleições de 2016, ele se candidatou mais uma vez ao cargo, mantendo o discurso pela renovação política e cobrando mais compromisso com a gestão pública, Bolinha conquistou quase 16 mil votos.

Redação com Paraíba Online

Veja também:

  • Vereador de CG coloca nome à disposição para disputar mandato de deputado
  • Enivaldo Ribeiro descarta indicar filha para vice da oposição