Saiba quem foram os deputados que trocaram de partidos na Paraíba

troca troca 620x450 770x470

Dos 36 deputados estaduais com assento na Assembleia Legislativa da Paraíba, 17 trocaram de partidos para disputar as eleições de outubro ou para a reeleição ou para outros cargos no prazo da Janela Partidária encerrada no sábado (07|).

O Podemos foi o que mais obteve filiações de deputados. São eles: Lindolfo Pires (ex-PROS), Branco Mendes ( ex-PEN), Edmilson Soares (ex-PEN), João Gonçalves (ex-PDT), Arthur Cunha Lima Filho (ex-PRTB), e Trócolli Júnior (ex-PROS).

O PSDB recebeu o deputado João Henriques advindo dos Democratas, que havia sido convidado a se retirar do partido pelo presidente Efraim Moraes. O Avante filiou Tião Gomes,que já estava sem partido, assim como o deputado, Inácio Falcão que se filiou ao PC do B e o Partido Patriota filiou o deputado Janduhy Carneiro, ex-presidente estadual do Podemos.

O PSB, que tem a maior bancada de deputados na Casa ficou com o mesmo número, ou seja, com oito deputados, já que saiu Zé Paulo de Santa Rita que foi para o PT e recebeu Antônio Mineral advindo do PSDB. O PPS ganhou um representante no Legislativo estadual, o deputado Bosco Carneiro, ex-PSL.

A surpresa nesse troca-troca de legenda ficou por conta do deputado Bruno Cunha Lima, que deixou o ninho tucano e foi presidir o Solidariedade, deixado pelo deputado federal, Benjamin Maranhão, que resolver voltar para o MDB, legenda presidida pelo tio, senador José Maranhão, pré-candidato ao governo da Paraíba.

O PSDB acabou ficando com apenas um deputado na bancada, Tovar Correia Lima. A suplente Eliza Virgínia , ex-tucana, volta para a Câmara de Vereadores de João Pessoa filiada ao PP. O PP também filiou o deputado Ricardo Marcelo (ex-MDB).

O Partido do MDB foi quem mais perdeu filiados na Casa, além dos deputados federais, os estaduais Ricardo Marcelo e o deputado Nabor Wanderley que se filiou ao PRB. A bancada agora só conta com o deputado Raniery Paulino.

 Fonte: Paraibaonline