Radialista é morto a tiros dentro de casa em Cubati/PB; ele estava recebendo ameaças e tinha sido vítima de ataques

O jornalista de rádio, Severino Faustino Almeida, conhecido por Silvio Neto, aos 43 anos, foi assassinado no início da tarde de quarta-feira (24), no bairro da Serrinha, em Cubati, no Agreste da paraíba.

Ele estava em sua casa quando os dois homens entram em cena e seu chamado para tratar das questões relacionadas com o rádio. O anfitrião de rádio de achar estranho, e falar com um dos homens que ele conhecia, quando o suspeito puxou uma arma e disparou cinco vezes contra a vítima. As imagens chegaram a cabeça da emissora, que morreu no local.

O 9º Batalhão da Polícia Militar, explicou que o comunicador já teria sido ameaçado com a morte de cinco vezes e sofreu sete tentativa de assassinato. A polícia em diligência na tentativa de prender os suspeitos, mas até agora nenhum deles foi identificado.

De acordo com a polícia, em virtude de a emissora tem sido alvo de ataques anteriormente, não é possível configurá-lo para tão por muito tempo como a linha de pesquisa.

Silvio Neto, e foi candidato a vereador nas eleições de 2016, pelo PTB, quando chegou a 181 votos e não garantiu um assento na câmara Municipal.

Redação com PB Hoje

Selecionamos para você