Polícia alerta para golpe que fez mais de 60 vítimas em João Pessoa, em 2018

 

 

imagem12-10-2018-15-10-32Um novo golpe já fez mais de 60 vítimas em João Pessoa em 2018 e, por isso, a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da cidade emitiu um alerta à população, nesta quinta-feira (11), para evitar novos casos. Segundo o delegado Lucas Sá, o prejuízo às vítimas já ultrapassa R$ 1 milhão.

De acordo com o delegado, o crime é conhecido como golpe do “anúncio de veículos”. Nesta modalidade, o golpista engana um vendedor e um comprador de sites de vendas de veículos para conseguir o dinheiro, sem ao menos precisar estar no estado em que o golpe foi aplicado. Como usam linhas telefônicas e contas bancárias de laranjas, a identificação dos criminosos fica mais difícil.

“Em razão da complexidade do golpe e do modus operandi inédito, diversas pessoas e até mesmo profissionais da área de segurança não estão familiarizadas com a presente situação e já houve relatos de detenção (até mesmo prisão) de vítimas do presente golpe”, diz a nota da DDF.

As investigações mostram que o golpista entra em contato com um anunciante de veículos em sites de venda e demonstra interesse no item. Ao negociar o pagamento, ele afirma que o pagamento será feito por uma terceira pessoa, por causa de uma dívida pessoal. Após confirmar que vai fazer a compra, ele pede que o vendedor retire o anúncio do site.

Com o anúncio fora do site, ele usa as mesmas fotos e informações do veículo para fazer um novo anúncio – falso – com um preço inferior, para atrair novos compradores mais rapidamente – algo em torno de R$ 18 mil. Ao interessado no anúncio, o golpista diz que um representante é quem vai mostrar o veículo pessoalmente para que seja feita uma vistoria e assim, marca um encontro entre as duas vítimas.

Como o vendedor não recebe o dinheiro, ele questiona a negociação e acredita que o comprador é, na verdade, o golpista. O comprador também fica no prejuízo porque, mesmo se estiver de posse do veículo, não tem os documentos porque o vendedor se recusa a entregar.

Segundo a DDF, já existem investigações em tramitação, com a identificação de diversos suspeitos, todos localizados em outros estados e deverá representar pela prisão de todos, assim que as investigações forem concluídas. A estimativa é que cinco novas vítimas comparecem à delegacia toda semana.

Dicas para evitar de cair no golpe do anuncio de veículos:

1-Evitar de inserir dados pessoais e detalhes dos produtos em anúncios feitos pela internet (como placas do veículo, endereços de imóveis), limitar a informar o contato telefônico para eventuais interessados, demais dados só deverão ser repassados na conclusão do negócio.

2- Formalizar a negociação com a confecção de um contrato que deverá ter todos os dados pessoais do vendedor e comprador e cópia da documentação pessoal.

3-Vendedor: não entregar o produto antes de confirmar a realização do deposito/transferência do valor negociado.

4- Comprador: Não realizar depósito/transferência em conta bancária diversa do responsável, realizar o deposito apenas nas contas da pessoa que assinar o contrato de compra e venda.

5- Não repassar dados pessoais no inicio da negociação, apenas se houver confirmação da existência do produto e da procedência da negociação e que os dados pessoais deverão ser repassados para a confecção do contrato.

6-Desconfiar de valores diferentes do valor de mercado e de vantagens aparentes, alguns golpistas justificam a diminuição nos valores informando que os bens negociados seriam provenientes de situações emergenciais, como fechamentos de empresas, heranças, para assim ter uma urgência na conclusão da negociação.

Da Redação com G1 Paraíba.

Selecionamos para você