PMs são expulsos por violência sexual e tentativa de homicídio na Paraíba

A Polícia Militar da Paraíba expulsou dois policiais e decidiu que um deles teve que ser afastado por irregularidades na conduta. As penalidades aplicadas estão publicadas na edição de terça-feira (10) do Diário Oficial do Estado. Veja aqui a partir da página 9.

O soldado René Rodrigues Alexandre é um dos policiais expulsos e foi acusado de violência sexual contra mulheres. “[O soldado apresentou] comportamentos intencionais carregados de imoralidade e antiéticos numa tendência clara e manifesta de cometer violência sexual contra mulheres, inclusive chegando ao ponto de atingir a liberdade sexual das suas vítimas”, diz parte da decisão assinada pelo comandante da PM, Euller Chaves.

Outro policial expulso é o sargento João Batista da Costa e Silva. Segundo a decisão no DOE, ele é acusado de crimes de prevaricação, uso de moeda falsa, furto e tentativa de homicídio. De acordo com o Código Penal, o policial sofreu punições administrativa e penal.

O policial licenciado foi o soldado José Edson Medeiros da Nóbrega, mas o motivo da penalidade não foi detalhado. Apesar disso, a publicação no DOE traz que ele também teria cometido condutas irregulares.

Selecionamos para você