Pelo menos 30 pessoas compram casas dos Líderes do Campo, diz representante

O número de pessoas que enganar é muito maior do que se imaginava, de acordo com o representante da Polícia Civil, Geronimo Barreto, para os golpes aplicados por pessoas Severino Matias Filho, foi preso na terça-feira (23) para a implementação de Campina Grande, venda de Complexo habitacional de Habitação, os Líderes dos Campos.

“O número só vai aumentar. Nós acreditamos que você pode chegar a até 30 pessoas, ou até passar. Para começar, nós pensamos que seria um pequeno derrame, mas os códigos de mostrar que, na verdade, o número é muito maior. Nós já estamos trabalhando com algumas dúzias deles”, disse o representante.

O homem preso em 40 anos e foi preso em flagrante pela Polícia Defraudações e Falsificações (DDF), acusado de venda de imóveis em conjuntos Habitacionais Líderes de Áreas de até R$ 4 mil. O suspeito usou a desculpa de ser elo de ligação com as autoridades municipais e com os funcionários da instituição financeira do conjunto para convencer os compradores.

Embora, se você chamar Severino Matias, as pessoas a usar os nomes de Fábio ou Postadas na hora das negociações. Ele foi preso na manhã e na parte da tarde eu fui para a audiência de custódia no Fórum Afonso Campos. “Tal é a gravidade dos fatos, os tribunais encontrado para melhor manter a prisão dele, que já foi enviado para a prisão”, disse o representante.

Geronimo Barreto também observou que o acesso a estas residências por sorteios públicos, e não há qualquer tipo de pagamento e, se você deve desconfiar de propostas como esta. “Nós repetimos que a população vai nos ajudar através de comentários e reclamações. Queria aproveitar este espaço também para tranquilizar as pessoas que se beneficiam da forma legal, uma vez que estas casas não podem ser vendidas em qualquer forma”, finalizou.

Escrever com OP9

Selecionamos para você