O prefeito de Campina decreta luto oficial por causa da morte de Ronaldo Correia

rcFoto: Reprodução

De Brasília, de onde ele vem cumprindo agenda administrativa desde o início da semana, o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande, lamentou profundamente a morte do empresário Ronaldo Correia, na tarde de quarta-feira, 07, vítima de câncer, no hospital de Santa Clara, com a idade de 78.

Nesta quinta-feira, 08, Romero irá formalizar com a sua assinatura de um decreto, a definição de um luto oficial de três dias na cidade pela morte do querido empresário que, durante muitos anos, atuou como diretor executivo da Bentonit União Nordeste do brasil (BUN).

De acordo com Romero, é mais do que um bem-sucedido homem de negócios, com uma trajetória marcada por uma atitude ética e grande sentido de responsabilidade social, de Ronaldo Correia alcançou proeminência nas últimas décadas da sua vida, por uma dedicação ilimitada de actividades do evangelho, especialmente no que diz respeito ao aspecto evangelizador.

Para Romero, o famoso culto semanal que ele realizado na própria residência, carinhosamente chamada de “Casa de Oração”, tornou-se uma referência importante para a comunidade evangélica e pessoas de outras religiões, pela seriedade com que tratou os compromissos do homem com Deus.

Saiba mais:

  • Ele morre em Campina Grande, na quarta-feira (07), Ronaldo Correia