Governo inaugura Unidades Integradas de Polícia

Base I Rio Tinto

Proteção dos povos indígenas, integração e segurança pública. Foram esses os temas que marcaram as comemorações do Dia do Índio, nessa última quinta-feira (19), no Litoral Norte da Paraíba. Com a ação do Governo do Estado, em parceria com prefeituras municipais, foram inauguradas duas Unidades Integradas de Polícia, nas cidades de Rio Tinto e Baía da Traição, sediando as bases para o patrulhamento em área indígena, colaborando com o atendimento em 32 aldeias, além da população.

Fundado há seis anos, de forma pioneira, com atendimento e contato direto com aldeias na região do Litoral Norte, o Patrulhamento em Áreas Indígenas, realizado pela Polícia Militar, será reforçado com a nova sede da Unidade Integrada de Polícia em Rio Tinto, que compõe a Base I do Patrulhamento. A estrutura agrega, em um único local, a PM e a Guarda Civil Municipal que, na ocasião, recebeu novas motocicletas para reforçar as ações.

A solenidade contou com a presença de secretários de Estado, representantes das forças de segurança pública, lideranças indígenas e políticas, além da população local. Na Baía da Traição, Polícia Militar e Policia Civil estarão juntas na nova Unidade Integrada de Polícia, que será a Base II do Patrulhamento Indígena, também montada com apoio da prefeitura local. “O nosso sonho é exatamente este: que a polícia trabalhe integrada. O cidadão quer resultado, e com essa proposta de trabalho que efetuamos aqui, conseguiremos atender melhor a população”, explicou o secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima.

Para o comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, esse trabalho de integração deve ser celebrado entre instituições e a população indígena e não indígena. “Com ações de integração e proximidade em 32 aldeias, atendendo aproximadamente 25 mil índios, além da população local, a Polícia Militar firma-se ainda mais como instituição que trabalha pela cultura de paz e no respeito aos povos”, falou. Na ocasião, o coronel Euller foi representado pelo subcomandante geral da PM, coronel Almeida Rosas.

O encerramento das comemorações do Dia do Índio aconteceu com a tradicional dança do Toré, realizada na aldeia São Francisco, com representantes indígenas de diversas aldeias. “A atuação da Patrulha Indígena só tem trazido êxito para nossa comunidade, com mais segurança e mais ação. Essa parceria entre comunidade indígena, Polícia Militar, Polícia Civil e Governo do Estado, tem colaborado para o reconhecimento de nosso povo”, declarou o cacique-Geral do Povo Potiguara, Sandro Gomes.

O Patrulhamento em Áreas Indígenas foi lançado no mês de abril de 2012, de forma pioneira pela PMPB, onde aldeias indígenas têm contato direto, através de uma linha solidária, com o comando local da PM. Já a primeira Unidade Integrada foi inaugurada em Itapororoca, em dezembro do ano passado, onde atuam juntas PM e Guarda Municipal da cidade.

Da Redação Paraíba Debate com SECOM PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *