Gestões de JP e CG estão entre as dez piores cidades do País no ranking de Cidades Inteligentes

Luciano Cartaxo e Romero em DF out2016

As gestões municipais de João Pessoa e Campina Grande estão entre as dez piores cidades do País no Ranking de Serviços Cidades Inteligentes (RSCI). No levantamento, elaborado pela consultoria Teleco para o mês de maio deste ano. A pesquisa também apontou que a Cidade de João Pessoa é a 3ª pior no ranking e Campina ficou na 10ª posição.

Atualmente as cidades de João Pessoa e Campina Grande tem com gestores respectivamente Luciano Cartaxo (PV) e Romero Rodrigues (PSDB). Eles também indicaram os membros da atual chapa de oposição ao Governo do Estado capitaneada pelo irmão do prefeito pessoense, Lucélio Cartaxo (PV) e pela esposa do prefeito de Campina, Micheline Rodrigues (PSDB).

CLIQUE AQUI E VEJA A PESQUISA NA ÍNTEGRA

Para a análise da pesquisa, foram considerados serviços inteligentes utilizados diretamente pelo cidadão. No indicador Mobilidade Urbana, o RSCI contabilizou os estacionamentos em Zona Azul, aluguel de bicicletas, transporte público (bilhete eletrônico) e controle de trânsito (orientação ao usuário) entre outros. O E-Gov apontou consultas de processos administrativos, emissão de licenças, emissão de boletos de tributos, além de serviços de informação de turismo, cultura e geografia.

Nos indicadores de Saúde e Educação, a pesquisa observou o agendamento de consultas e exames, utilização de tablet e celular em aulas, matrículas online e acesso remoto a tarefas e conteúdos educacionais. Por fim, o Meio Ambiente verificou coleta de lixo, nível de ruído, nível dos rios, medidores inteligentes de energia (consulta pelo usuário) e alertas da Defesa Civil.

O indicador Gestão Municipal tem na composição o uso de semáforos inteligentes, câmeras de vigilância, bases de informação, monitoramento de bueiros, prontuário médico, iluminação e limpeza públicas.

imagem03-07-2018-00-07-33

imagem03-07-2018-00-07-34

Veja também: Romero licitou para o gabinete mais de R$ 180 mil em alimentação em dois meses

Auditoria revela o descaso da gestão Cartaxo com pacientes renais de João Pessoa

Diretor da FAP afirma que o prefeito Romero Rodrigues e a secretária de saúde estão “praticando um verdadeiro genocídio” em CG

Da Redação Paraíba Debate com PB Agora e Teleco