Família suspeita de comandar ponto de venda de drogas é presa em Campina Grande – Blog do Márcio Rangel

Três pessoas de uma mesma família foram presas na tarde dessa segunda-feira (19), suspeitas de comandarem um ponto de vendas de drogas no bairro Novo Horizonte, em Campina Grande, de acordo com informações repassadas pela Polícia Civil. Ainda conforme a polícia, com os suspeitos foram apreendidas cerca de 500 pedras de crack e 200 pacotes de maconha, além de um revólver calibre 38.

A ação foi realizada por volta das 17h pela equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande (DRE-CG), após os policiais terem recebido uma informação anônima através do Disque Denúncia (197) de que dois homens, de 22 e 18 anos, e uma mulher, de 25 anos, que são primos, estavam comercializando as drogas.

De acordo com o delegado da DRE, Ramirez São Pedro, a casa onde a droga estava sendo comercializada ficava em um primeiro andar e os suspeitos faziam a entrega dos entorpecentes para os usuários por meio de um recipiente de plástico, suspenso por um cordão, fato esse que chamou a atenção da polícia.

Ainda segundo o delegado, ao perceberem a chegada dos policiais, os suspeitos tentaram de livar das provas. “Quando chegamos na casa, o homem de 18 anos estava com um revólver e jogou em uma mata. A mulher jogou os embrulhos de maconha pela descarga, que saiu no esgoto nos fundos da casa. Os três confessaram que vendiam drogas” disse o delegado.

O delegado acrescentou ainda que o homem de 22 anos já tinha passagem pela polícia por roubo e era albergado no município de Esperança, no Agreste. Ele disse também que o revólver que estava com o trio teria sido roubado de um vigilante no estado de São Paulo.

Os suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados para a delegacia. Eles devem responder pelos crimes de associação ao tráfico e posse ilegal de arma, conforme informou a Polícia Civil.

b9e97f61 55b4 4a98 94f9 2655fa0a3f33

Selecionamos para você