Daniella critica “falta de coragem” de Romero e afirma que “ele não é cumpridor de compromissos”

deputada daniella ribeiro pp

Na tarde desta terça-feira (18), em entrevista ao programa Rádio Verdade, a deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) comentou que “não temos que discutir nomes, mas projetos”. Disse que a partir do dia 23 de abril, o Progressistas realizará cinco seminários regionais. Dentre os seminários, estão um encontro com Raul Jungmann para discutirmos segurança pública, além da presença do Ministro das Cidades Alexandre Baldy e do Ministro da Saúde Gilberto Occhi.

A deputada teceu inúmeras críticas. “Quando acabar o período eleitoral e as pessoas entenderem que a Paraíba é de todos, cresceremos. Devemos valorizar o que de bom ficou das gestões anteriores, por que se não isso nos apequena”, disparou.

“Desde o princípio foi muito clara com relação a pré-candidatura para o governo do estado, desde quando citava nome de Luciano e Romero. Luciano Cartaxo sempre quis pressa nesse assunto e concordei com ele. A postura de Romero causou um desconforto na oposição. Cássio, Luciano e Romero se reuniram em Brasília e definiram o nome de Lucélio para pré-candidato. No último final de semana, Lucélio esteve comigo e disse que estaria aberto ao diálogo com nosso partido”, contou.

Daniella argumenta que “não se deve trazer imposição de nomes e o PSDB errou por impor esse nome. Deveria ter sido conversado com todos os partidos da oposição antes dessa decisão”, completou.

A  deputada estadual garantiu que não tem problema pessoal com o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, mas que faltou coragem na disputa de 2018. “Campina tem sofrido com a forma que vem sendo tratada pelo governo e você tem condições de ser candidato como Romero teve e não vai é falta de coragem”, disse.

Daniella ainda disse que até o mês de setembro do ano passado Romero ainda não tinha cumprido os compromissos assumidos durante a campanha, por conta do apoio do PP.

“Romero é uma pessoa difícil de se falar, mas no aspecto pessoal não temos relação arranhada. Ele é uma pessoa humilde e que não tem quem não goste, mas precisa ser firme e cumpridor de compromissos”, criticou.

Durante a entrevista ela disse que não irá compor a chapa majoritária como pré-candidata a vice-governadora pela Oposição. “Sem arrogância alguma, mas não tenho pretensão de ser pré-candidata a vice-governadora.”

Veja também: Daniella Ribeiro sobre apoio a João Azevedo: “O fato de você fazer uma crítica não quer dizer que não possa conversar”

Daniella Ribeiro não garante apoio a Lucélio e admite diálogo com Lígia e Maranhão

Da Redação Paraíba Debate

amei