CMCG gasta R$ 1,4 milhão com pagamento de funcionários e cria 276 cargos para assessor

A Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) tem gastado mensalmente quase R$ 1,4 milhão com o pagamento da folha de pessoal da Casa de Félix Araújo, segundo informações do Tribunal de Contas do Estado.

Além disso, foi sancionada uma lei que cria 276 cargos de assessor parlamentar, sem ser através de concurso público. Pelo texto, cada vereador terá direito a até 12 auxiliares, que receberiam salários variando entre R$ 954,00 a R$5.000,00. A lei é retroativa a 1º de janeiro de 2017, quando iniciou a gestão da atual presidente Ivonete Ludgério (PSD).

Segundo informações do Sagres, do Tribunal de Contas, em fevereiro o valor destinado ao pagamento da folha de pessoal foi de 1.392.186,50 com 396 servidores, sendo 300 contratados por excepcional interesse público.

Selecionamos para você