Pagou uma dúvida, mas o nome continua no SPC? Veja o que fazer

0
1302

Ter o nome negativado no Brasil é sinônimo de empecilho às inúmeras linhas de crédito no mercado, como cartão, empréstimo, financiamento, entre outros. Na grande maioria dos casos, para sair da restrição, basta o devedor quitar a dívida e aguardar 5 dias úteis para ter o nome limpo de volta.

Porém, há situações em que mesmo após realizado o pagamento, o consumidor segue sendo vítima de negativação. Isso ocorre principalmente quando a empresa credora não avisa o SPC ou Serasa da quitação do débito em atraso.

Sendo assim, se o cliente paga o valor da dívida, mas a empresa esquece de dar baixa na negativação, mesmo passado o período de 5 dias úteis, o nome permanece sujo e, neste caso, o consumidor adquire direitos na Justiça.

O que fazer quando se paga uma dívida, mas o nome continua no SPC?

No caso de negativações mantidas mesmo após o pagamento da dívida, boa parte dos consumidores acredita que a dor de cabeça para ir atrás dos direitos não vale a pena. Entretanto, para essas situações, é possível ganhar na justiça uma indenização por danos morais, além da restituição do score e retirada imediata do nome na lista de proteção ao crédito.

Em relação às indenizações por danos morais, cada caso é analisado de maneira única, específica e individual. Alguns tribunais, por exemplo, exigem que o consumidor comprove que teve grandes prejuízos enquanto esteve negativado indevidamente, como o impedimento para comprar a casa própria, por exemplo.

Sendo assim, é importante que a pessoa sempre guarde os comprovantes que podem ajudá-lo na confirmação dos impedimentos e perdas gerados pelo nome sujo, como recibos e documentos informando sobre a recusa.

Leia ainda: Regularize seu CPF para receber o auxílio emergencial em abril. Veja como