O golpe do ministro Marco Aurélio contra o povo brasileiro

O mau do ministro foi muito pior do que imaginávamos…

Marco Aurélio de Mello, o legado de Fernando Collor ao poder Judiciário brasileiro, suspendeu uma decisão do Tribunal de Contas da união (TCU) determinou a indisponibilidade dos bens da construtora Odebrecht, no valor de até 2,1 bilhões de reais.

Na sequência, o benevolente, o magistrado suspendeu a decisão idêntica, com o mesmo TCU, relacionadas com a OEA.

O propósito dos bloqueios, o que correspondia a 4,2 bilhões de reais, foi para garantir o pagamento de uma indemnização por danos em duas obras da Odebrecht e OAS na refinaria Abreu e Lima, causado pelo esquema de cartel, a corrupção e o superfaturamento investigados na Operação Lava Jato.

Eis que, agora, vem a informação, através da Associação de Auditoria de Controle Externo do TCU, que a decisão do ministro tomou como base de seus votos no julgamento de outros três mandados de segurança.

O detalhe sarcástico é que os outros três ensaios, marco Aurélio foi voto isolado entre todos os ministros, depois de ter perdido na sessão plenária de três votos.

Favorecido contratantes em detrimento do povo brasileiro, do lado errado do pensamento do Tribunal, guiado unicamente pela sua cabeça.

Um caso grave.

VEJA TAMBÉM:

Bomba: a Polícia Federal pediu a prisão de Aécio Neves, Cristiane Brasil e Paulinho da Força

 

Deixe uma resposta