O “AMG One”, o hipercarro da Mercedes, chegou à pista

0
96

Red Magic 6S

Segundo foi avançado ontem pela Mercedes-Benz, o tão aguardado “One” produzido pelo departamento desportivo da marca, a AMG, chegou finalmente à pista para efetuar testes rigorosos no terreno, onde a marca de estugarda irá poder colocar à prova o seu atual protótipo com um motor da fórmula 1.

A revelação acontece numa altura em que a construtora germânica colocou um pequeno vídeo de pouco mais de um minuto, onde é possível ver algumas imagens dos testes em pista, tanto do exterior, como do interior do carro — testes esse feitos basicamente com a “carcaça” do veículo sem acabamentos especiais.

Recorde-se que este modelo conta com tração às quatro rodas com mais de 1.000 cv extraídos através de um V6 de 1,6 híbrido (adaptado do modelo de F1 da Mercedes de 2017), pelo que, fica justificado o apelido de “One”, de F1, muito provavelmente. O modelo foi preparado para produção “massificada”, o que trouxe alguns problemas óbvios (uma vez que, os motores de F1 não estão preparados para uso quotidiano).

A ideia inicial da Mercedes-AMG seria a de ter o veículo pronto para ser produzido ou vendido no início de 2019, no entanto, a marca alemã sofreu diversos problemas, tanto para cumprir com as emissões (baseadas no ciclo WLTP), sem que isso comprometesse o desempenho do desportivo. Por fim, outro problema grave que se levantou durante a adaptação para um carro de estrada, foi o funcionamento do motor em marcha lenta, uma vez que, os motores de F1 estão preparados para funcionar, no mínimo, às 5.000 rpm — problema solucionado com grande dificuldade para permitir que o motor opere a 1.200 rpm —, muito provavelmente com algum sistema de aquecimento do motor a baixa rotação (mantendo a mesma temperatura).

Para levar a cabo os testes de campo, a marca da estrela de três pontas, recorreu à pista de Immendingen, na Alemanha para “alcançar um nova dimensão dinâmica ao nível da direção e desempenho do carro desportivo em estrada”. O principal objetivo da construtora é conseguir um motor capaz de elevar a velocidade dos 0 aos 200 km/h em pouco mais de 6 segundos e, respetivamente, a uma velocidade máxima de 350 km/h.

O grande objetivo da Mercedes-Benz é afinar o carro o mais possível, para dentro de muito em breve, como tem sido hábito da marca, a fim de conseguir levar o carro para Nürburgring (onde pode haver lugar a algum tipo de recorde dentro da tipologia hipercarro). Antes disso, ainda devem ocorrer alterações ao nível da aerodinâmica em saídas e entradas de ar, bem como na asa dianteira e spoiler traseiro.

Ao que tudo indica, o modelo pode vir a estar pronto e disponível para os clientes em 2021, mesmo depois da proliferação da pandemia de coronavírus que parece não ter atrasado muito o desenvolvimento deste novo veículos. De acordo com os alemães da AMG, serão produzidos apenas 275 exemplares, cada um vendido a 2,27 milhões de euros.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões