Nubank lança cartão “pré-pago” que não é vantajoso. Entenda o motivo

0
86

Recentemente, o Nubank anunciou uma nova modalidade de empréstimo que oferece taxas mais acessíveis para quem fizer a portabilidade de salário para a conta digital. Agora, a fintech também vai oferecer uma espécie de cartão “pré-pago” que pode ajudar seus usuários a conseguirem um cartão de crédito na instituição.

O novo produto consiste em criar uma reserva para o cartão, sendo que esse valor será convertido automaticamente em limite de crédito disponível para compras em lojas físicas e online. Essa quantia funciona como uma garantia de pagamento até que a fatura seja quitada.

A cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, disse que, com o cartão “pré-pago”, a fintech pretende atender também aos brasileiros que possuem restrições junto aos órgãos de proteção ao crédito como SPC e Serasa, e por isso, tem dificuldade de obter acesso aos serviços de crédito.

Você também pode gostar: Os 15 melhores cartões de crédito brasileiros sem anuidade

“O Brasil tem hoje mais de 60 milhões de pessoas que não conseguem ser aprovadas para um produto tradicional de crédito porque não têm histórico ou estão com o ‘nome sujo’ nos principais birôs e fontes de dados públicos existentes. A proposta do Nubank é oferecer essa porta de entrada, e ‘dar um gás’ nesse acesso que é tão importante para a inclusão financeira”, afirma Cristina.

“Para muitos brasileiros, essa deve ser a primeira experiência com um produto nos moldes do cartão de crédito convencional, que permite compras em qualquer tipo de estabelecimento presencial ou online”, acrescentou.

Novo cartão Nubank vale a pena?

A princípio, a novidade pode parecer vantajosa, mas na prática, pode acabar não sendo financeiramente viável. Isso porque o valor ficará bloqueado até o pagamento da fatura, e só então será liberado.

Assim, seria melhor simplesmente pagar a compra à vista, ao invés de “pagar duas vezes” por ela, sendo a primeira quando o valor é bloqueado, e portanto o usuário perde o acesso ao valor como se já tivesse sido gasto, e a segunda, quando de fato ocorre o pagamento.

Leia também: Nubank é o melhor banco do Brasil pelo 3º ano consecutivo, de acordo com a Forbes