Novo relógio da Hamilton: O PSR está de volta

0
55
Novo relógio da Hamilton: O PSR está de volta
Novo relógio da Hamilton: O PSR está de volta

A Hamilton vai trazer de volta o relógio original com PSR. Trata-se de um tributo para o 50º aniversário do equipamento legendário da empresa, Pulsar Time, o primeiro relógio digital que foi comercializado e que foi um grande sucesso em 1972 (o relógio foi anunciado em 1950 fazendo assim 50 anos este ano).

O podermos ver as horas através de um ecrã LED que tinha luz quando se carregava num botão era considerado o futuro do mundo da tecnologia. James Bond, por exemplo, usou um destes equipamentos no filme “Live and Let Die”.

Relógios mais baratos seguiram e talvez por isso o grande equipamento da Hamilton perdeu alguma da sua fama. Ou talvez pelo facto de as cópias que se seguiram terem sempre as horas visíveis (ou seja não tínhamos que carregar em nenhum botão).

A verdade é que o novo equipamento criado vai ser vendido sob a marca Hamilton e não sobre a marca Pulsar é que a empresa já não tem direitos ao nome, visto que vendeu esses direitos ao seu rival, Seiko, em 1977.

O novo equipamento PSR melhorou em relação ao original Pulsar em algumas maneiras. Num esforço por fazer o relógio mais útil para o utilizador, o ecrã é agora um híbrido LCD e OLED que mostra sempre as horas (mesmo com as luzes diminuídas). Continua a ligar uma luz quando um botão é premido, no entanto. Este novo equipamento também vai ter direito a uma cobertura anti-reflexo e uma resistência à água de até 100 metros de profundidade.

Infelizmente é preciso ter em conta que o Hamilton PSR não é barato, especialmente quando comparado com o relógio digital standard. O preço estima-se em 750 dólares para um modelo em aço inoxidável e 995 dólares por um modelo edição limitada em PVD dourado. Mas a verdade é o que o Pulsar original chegada aos 2100 dólares pelo que visto desta maneira até podemos considerar este novo equipamento barato.

Fonte: Hamilton

Veja também…

Deixe uma resposta