No Sertão: mulher é vítima de violência doméstica e tem parte da orelha decepada

Pixabay

Uma mulher teve parte de sua orelha decepada ao ser foi vítima de violência doméstica, na tarde da última quarta-feira (13) em Bernardino Batista/PB, região intermediária de Cajazeiras, no Sertão paraibano. Segundo o delegado Ilamilton, ela também foi espancada com socos e puxões. O suspeito das agressões é o marido da vítima, que está foragido até o momento.

A PM foi acionada e a vítima foi conduzida ao Centro Médico de Uiraúna/PB, cidade vizinha. Após atendimento, ela foi até a Delegacia Civil de Cajazeiras, onde conseguiu uma medida protetiva contra o suspeito, que segue foragido.

De acordo com o artigo 5º da Lei Maria da Penha, a violência contra a mulher é caracterizada como “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”.

O atendimento às vítimas pode ser realizado direto nas Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (disque 180). Para casos de emergência, a Polícia Militar deverá ser acionada (disque 190). Para denúncias anônimas, busque a Polícia Civil (disque 197). O centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, em João Pessoa, que acolhe mulheres vítimas de violência, pode ser acionado pelo número 0800 283 3883.