Mulher matou marido com 185 facadas depois de flagrar ele violentando a filha

0
92
Mulher matou marido com 185 facadas depois de flagrar ele violentando a filha
Mulher matou marido com 185 facadas depois de flagrar ele violentando a filha

Autoridades detiveram a mulher e outra filha do casal, que terá ajudado a mãe a matar o pai

Alberto Elvio Naiaretti foi morto com o número recorde de facadas. A mulher chegou a casa e encontrou-o a violar uma das filhas menores, pegou numa faca de cozinha e não hesitou em cravá-la no peito, costa e cabeça do marido, no sábado passado na Argentina, segundo o jornal argentino El Ancasti

Os resultados da autópsia revelaram que a faca da cozinha entrou 185 vezes na carne do homem, com um longo historial de assédio sexual e violência doméstica, sendo que quatro das quase 200 facadas foram mais profundas e uma delas terá sido a fatal.

A mulher, de 38 anos, depois de ter assassinado o marido esperou pelos serviços de emergência e confessou o que tinha feito, reforçando o porquê de o ter feito.

As autoridades detiveram a mulher e uma outra filha, de 18 anos, por suspeitas de ter ajudado a mãe a matar o pai.

O homem tinha cadastro e a mulher também já tinha apresentado queixas de violência doméstica contra o marido, que terão sido desvalorizadas pelas autoridades das Malvinas Argentinas.

Além do cadastro criminal, o histórico de Alberto Elvio Naiaretti na vizinhança também não era o melhor, era conhecido por assediar as mulheres e ser um vigarista.

As 185 facadas deste crime ultrapassam o número de golpes de arma branca de um dos crimes mais mediáticos da Argentina, quando duas irmãs mataram um padre, num alegado ritual satânico, com 120 facadas em 2000.

Fonte: sol.sapo.pt

VEJA TAMBÉM:

Marido mata sua esposa advogada e em seguida, morre em acidente de trânsito

 

Deixe uma resposta