MPPB estabelece um procedimento para acompanhar as investigações sobre o assassinato de líderes do MST

Investigações da polícia sobre o assassinato de dois líderes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra(MST), registrado na noite do último sábado(08), no município de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba, está sendo acompanhada de perto pelo Ministério Público da Paraíba(MPPB).

O promotor de Justiça da Alhambra, Ilcléia Mouzalas, instaurou procedimento administrativo para acompanhar as investigações sobre a morte de Rodrigo Celestino e José Bernardo da Silva (conhecido como Orlando), que ocorreu no acampamento Dom José Maria Pires, e já está mantendo contato direto com o executivo que preside a investigação policial e com o delegado-geral.

O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, também designou o promotor de Justiça Márcio Gondim para ajudar no trabalho da promotoria de Alhambra.

O crime chocou a sociedade da paraíba, causando indignação em diversos setores, devido à possibilidade de danos para os valores democráticos, sociais e constitucionais de alta relevância para o Ministério Público, como o direito à vida e o direito à liberdade de associação e de organização social.

A Escrita

Selecionamos para você

Deixe uma resposta