Mulher que atirou carro de penhasco com a família dentro estava alcoolizada

imagem14-04-2018-14-04-06

Exames mostram que Jennifer Hart tinha teor alcoólico acima do permitido; esposa e dois filhos tinham consumido substância que deixa pessoas sonolentas. Três dos seis filhos adotivos do casal ainda não foram encontrados.

Policiais e investigadores analisam local onde carro de Jennifer Hart caiu de penhasco, perto de Fort Bragg, na Califórnia, em foto de 28 de março (Foto: Chris Calder/Fort Bragg Advocate News & The Mendocino Beacon via AP)

Uma mulher que atirou o carro de um penhasco no norte da Califórnia no mês passado, levando com ela sua esposa e filhos, estava alcoolizada, disseram nesta sexta-feira (13) autoridades.

Testes toxicológicos mostraram que Jennifer Hart tinha um nível alcóolico de 0.102, disse o capitão de Patrulha da Califórnia, Bruce Carpenter. Motoristas na Califórnia são considerados alcoolizados com um nível de 0.08 ou acima disso.

Testes também revelaram que sua esposa, Sarah Hart, e dois de seus filhos tinham uma “quantidade significativa” de um ingrediente normalmente encontrado na droga antialérgica Benadryl, que pode deixar pessoas sonolentas. Os exames de um terceiro filho ainda não estão prontos, segundo Carpenter.

O capitão disse que nenhum dos ocupantes do carro estava usando cintos de segurança.

Acredita-se que Sarah e Jennifer Hart e seus seis filhos adotivos estavam dentro da SUV da família quando esta mergulhou em um penhasco no condado de Mendocino, a mais de 250 km ao norte de San Francisco.

Imagem de uma câmera de segurança, registrada em 25 de março, mostra Jennifer Hart (à direita), em uma loja em Fort Bragg, na Califórnia (Foto: Courtesy of California Highway Patrol via AP)Imagem de uma câmera de segurança, registrada em 25 de março, mostra Jennifer Hart (à direita), em uma loja em Fort Bragg, na Califórnia (Foto: Courtesy of California Highway Patrol via AP)

Imagem de uma câmera de segurança, registrada em 25 de março, mostra Jennifer Hart (à direita), em uma loja em Fort Bragg, na Califórnia (Foto: Courtesy of California Highway Patrol via AP)

Autoridades disseram que dados de software do veículo sugerem que a queda foi proposital, embora a Patrulha de Estradas da Califórnia ainda não tenha concluído porque ele atravessou um mirante do oceano em uma parte acidentada do litoral. Uma equipe especializada de investigadores de acidentes está tentando analisar isso com a ajuda do FBI, disse Carpenter.

Cinco corpos foram encontrados no dia 26 de março perto da pequena cidade de Mendocino, dias depois que as autoridades estaduais de Washington começaram a investigar a família Hart por possível negligência infantil, mas três de seus filhos não foram recuperados no local.

Dois ainda estão desaparecidos e outro corpo foi encontrado, mas não identificado.

A queda de 31 metros matou as duas mulheres, ambas com 39 anos, e seus filhos Markis Hart, 19; Jeremiah Hart, 14; eAbigail Hart, 14. Hannah Hart, 16; Devonte Hart, 15; e Sierra Hart, 12, não foram encontrados.

g1

VEJA TAMBÉM:

TRISTEZA: Após briga com esposa, homem joga carro de penhasco com dois filhos