LAMENTÁVEL SITUAÇÃO DE SCHUMACHER; VÍDEO – Jornal do Pais

imagem22-03-2018-19-03-10

29 de dezembro 2013. Nesta data, na França, o ex-piloto alemão Michael Schumacher sofreu um grave acidente enquanto esquiava e, desde então, seu estado de saúde é mantido sob sigilo absoluto pelos familiares e pessoas próximas ao heptacampeão da Fórmula 1.

Um dos grandes nomes do esporte de todos os tempos é o corredor Michael Schumacher. Ele ganhou “apenas” sete vezes o prêmio de melhor corredor da Fórmula 1, o campeonato automobilístico mais importante do planeta. Ao longo desse tempo em que correu, é claro, o ex-piloto da Ferrari conseguiu guardar uma fortuna incalculável, mas que agora está indo ralo abaixo por conta dos gastos com tratamento do atleta. Tudo porque ele sofreu um grave acidente há alguns anos. Não, o acidente não foi de carro, mas tem tudo a ver com Schumacher. Em alta velocidade, esquiando nos alpes da França, ele caiu e bateu a cabeça em uma pedra.

Desde o acidente, a família do piloto pouco falou a respeito da tragédia que o envolveu.

Alguns amigos até chegaram a fazer visitas para Michael, mas nenhum deles estava autorizado a falar qualquer coisa sobre o que ocorreu. Alguns deram pistas, como um ex-executivo de uma equipe de Fórmula 1, que após uma visita disse que já era hora da família de Michael contar toda a verdade para os fãs sobre o que aconteceu, mesmo que essa seja bem doída.

Michael Schumacher está passando por momentos difíceis em sua vida.

O piloto é um grande ídolo do esporte. Ele passou os últimos anos apresentando-se nas pistas, mas entender como ele está agora não é fácil. O alemão é famoso por sua garra inigualável, mas o que a família mostra sobre ele não são coisas boas. A começar pelo fato de ter gasto pelo menos 30 milhões de euros com o tratamento que Schumacher fez. O dinheiro é considerado muito alto, mas a família não tem se preocupado muito com isso, afinal, estamos falando da saúde de um grande nome da história.

Os detalhes sobre a saúde de Schumacher, um dos grandes da história; situação emociona.

Além disso, a fortuna de Michael, segundo jornais espanhóis, seria de 840 milhões de euros, valor que ultrapassa os três bilhões de reais. O acidente aconteceu em 2013. Quatro anos depois, entretanto, os gastos ainda são altos. A família do alemão gasta pelo menos 140 mil euros todos os meses. Schumacher tem uma equipe médica em casa, a fim de ficar mais confortável com sua família. Uma verdadeira Unidade de Terapia Intensiva, UTI, foi montada.

A família também prefere apenas dar alguns highlights sobre sua saúde, mas sem entrar a fundo no detalhe. No entanto, ele não se comunicaria e estaria ligado por aparelhos.

Desde o acidente, vários patrocinadores deixaram de apoiar Schumacher e a renda diminuiu drasticamente. De acordo com o jornal britânico “Daily Mirror”, o tratamento domiciliar custa cerca de 165 mil dólares por semana (R$ 546 mil) – no total, já foram gastos 26 milhões de dólares (R$ 86 milhões) na luta pela sobrevivência do alemão.

Por conta disso, Corinna começou a vender alguns bens da família, como uma mansão que possuíam na Noruega, perto da capital Oslo. O terreno de 645 m² com spa, ginásio, garagem para muitos carros e acesso para pistas de esqui foi negociado em 2015 por 3 milhões de dólares.

Um outro bem precioso que já não pertence mais a Schumacher é o carro Rolls Royce que a família costumava viajar, com volante de couro, acabamentos de madeira, um computador de bordo próprio e um sistema de chave inteligente – foi vendido por 380 mil dólares. Já o avião particular do ex-piloto, um 2000 EX Falcon, teve que ser vendido por 24 milhões de dólares, segundo o diário “Bild”.

Polêmicas

Além de todas informações desencontradas sobre o real estado de Schumi, a busca por novidades causou uma polêmica quando alguns prontuários médicos com relatos da saúde do alemão foram roubados. A investigação chegou à empresa Rega, especializada em transportes aéreos via helicóptero e que levou o ex-piloto da França para a Suíça. Um homem não identificado foi preso, acusado de pegar os prontuários, e depois foi encotrado morto enquanto estava detido em Zurique.

No fim de 2016, um homem teria fotografado Michael Schumacher em sua residência e pedido 1 milhão de euros (ou R$ 3,5 milhões) para repassar as imagens à imprensa.

O acidente

Michael Schumacher sofreu o grave acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses, mais precisamente na estação de Méribel, em dezembro de 2013. O ex-piloto bateu com a cabeça em uma pedra e sofreu um grave traumatismo craniano, sendo resgatado de helicóptero e levado com urgência para o centro médico de Moutier. Em seguida, foi encaminhado ao Hospital de Grenoble, onde passou por cirurgia no cérebro. Atualmente está em casa.

VÍDEO:

FONTE: www.varjotanoticias.com