– Esportes – ‘Cobrador de ônibus’ antes de jogo, Mano celebra vitória e superação do Cruzeiro

Depois de comandar o Cruzeiro na vitória por 1 a 0 sobre o Tupi, na noite desta quarta-feira, em Juiz de Fora, e ver a sua equipe encaminhar classificação à final do Campeonato Mineiro, o técnico Mano Menezes esbanjou bom humor na entrevista coletiva que concedeu após o confronto. E isso não ocorreu apenas pelo triunfo cruzeirense, mas sim pelo fato inusitado que aconteceu com o time celeste pouco antes de a bola rolar na cidade do interior de Minas Gerais.

O ônibus que levava a delegação cruzeirense ao Estádio Municipal Mário Heleno teve um problema no sistema de resfriamento dos seus freios e precisou parar. E, sem outro veículo contratado pelo clube à disposição para seguir o trajeto, jogadores, comissão técnica e dirigentes completaram o percurso até o local da partida por meio de um ônibus circular.

Ao comentar o fato curioso, Mano brincou com a situação. “Hoje (quarta-feira) nem o ônibus quis ajudar. Tivemos que resolver o problema emergencialmente. Felizmente um ônibus estava chegando e aproveitamos. Era um percurso relativamente curto. Entramos no ônibus e fizemos o que tínhamos que fazer. Não adianta ficar reclamando de tudo. Resolvemos a situação. Os jogadores estavam animados e puxaram uma cantoria. Eu sentei no banco do cobrador. Faz parte do futebol, dos Estaduais. Como vocês dizem: futebol raiz. Mais raiz, impossível”, destacou.

Já ao ser questionado por um repórter, em tom de brincadeira, se os seus jogadores haviam pago as passagens, o comandante disse, aos risos: “Fiquei com o dinheiro todo para mim”. E o treinador saiu de Juiz de Fora mesmo com motivos de sobra para sorrir, pois a vitória obtida nesta quarta-feira deu ao Cruzeiro a vantagem de poder até perder por um gol de diferença no confronto de volta da semifinal, no próximo domingo, às 11 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte. Neste caso, a melhor campanha realizada na primeira fase serviria como fator de desempate favorável aos cruzeirenses.

Para este duelo do final de semana, o treinador não poderá contar com o volante Ariel Cabral, autor do gol da vitória sobre o Tupi, mas que depois foi expulso ao acertar uma cotovelada no adversário Léo Costa. Entretanto, o meia Robinho, um dos principais destaques do triunfo celeste, enfatizou que o mais importante foi ter obtido um triunfo nesta partida de ida das semifinais do Mineiro.

E o jogador garantiu que a sua equipe manterá a vocação ofensiva nesta partida de volta, mesmo podendo perder por um gol de diferença. “Vamos fazer o que estamos fazendo em todo jogo, tentando a vitória. Acho que até poderíamos ter vencido por um placar melhor, mas a vantagem que conquistamos foi boa. Vitória é sempre bom. O jogo foi difícil. O importante é sair com a vitória, principalmente pelo que criamos em campo”, afirmou Robinho.

Fonte: Estadão Conteúdo