ACIDENTE: Doze meninas são queimados para acender a churrasqueira. VEJA AQUI

imagem09-11-2018-14-11-07

As meninas estavam tentando atear fogo em uma churrasqueira com uma garrafa de álcool, quando a explosão ocorreu

O que seria uma tarde de relaxamento e alegria terminou em tristeza e dor e preocupação. Um grupo de mulheres se reuniu na tarde de ontem, sábado, dia 20 de dezembro para fazer um churrasco em uma casa na rua José do Líbano, no bairro de Nossa Senhora das Graças, em Itapecerica, na Região Centro-Oeste de Minas gerais.

Em um determinado momento, uma garrafa de álcool explodiu quando um dos participantes tentaram alimentar o grill jogando álcool no fogo, causando a explosão do vasilhame. O fogo atingiu os doze mulheres. Devido ao elevado número de vítimas, as ambulâncias de Divinópolis e Santo Antônio do Monte deu apoio a vítimas.

12 mulheres foram levados, inicialmente, para o Pronto atendimento de Itapecerica e, de lá, encaminhado para outros locais, como hospitais, Formiga, Santo Antônio do Monte, Divinópolis e a Oliveira.

As três vítimas foram transferidos em dois helicópteros para o setor de queimados do Hospital de emergência-“João XXIII”, em Belo Horizonte. De acordo com a Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), a sala de emergência de Hospital João XXIII, fez com que o Centro de uma unidade de terapia Intensiva (UTI) para recebê-los. Na nota, a Fhemig informou que assim que soube do incidente acionou o Plano de atendimento a Múltiplas Vítimas, a mobilização de toda a equipe médica para atendimento de emergência.

Ainda de acordo com a nota da Fhemig, as vítimas chegaram ao HPS respirar naturalmente, consciente e conversando, com o grau de SCQ (superfície corporal queimada) de entre 25% e 30%. Os pacientes foram diretamente para a avaliação e procedimentos no bloco cirúrgico e, posteriormente, deu entrada no CTI Queimados, para recuperação.

Resgate

Queimada