Militante petista é flagrada proferindo ofensas racistas contra policial e recebe apoio publicamente do PT, que será processado

0
93
Militante petista é flagrada proferindo ofensas racistas contra policial e recebe apoio publicamente do PT, que será processado
Militante petista é flagrada proferindo ofensas racistas contra policial e recebe apoio publicamente do PT, que será processado

Na cidade de Curaçá, interior da Bahia, uma militante petista foi filmada chamando um policial militar de macaco. O caso aconteceu no dia 16 de setembro, durante uma ocorrência. A petista, de nome Libânia Torres, teria sido detida após ser flagrada agredindo a sua companheira de 64 anos. “Macaco!”, gritou a petista ao ser levada para a viatura.

O escritório de representação do PT na cidade baiana, lançou uma nota de apoio à militante. Para o partido, não se tratou de um caso de racismo, mas de uma expressão pertencente à “cultura nordestina e curaçaense, herdada de lampião, de chamar policiais de macaco”.

Anúncio

A presidência municipal do Partido dos Trabalhadores — PT de Curaçá vem, de público, manifestar seu apoio a companheira Libânia Torres, por saber da sua caminhada de luta e de respeito as pessoas. Em todos os sentidos, diz a nota.

O advogado do policial militar vítima da ofensa já avisou que irá processar o PT e todas os seus membros responsáveis pela produção da nota.