Milanez Neto é pré-candidato a prefeito de João Pessoa

0
29
Milanez Neto é pré candidato a prefeito de João Pessoa
Milanez Neto é pré candidato a prefeito de João Pessoa

O vereador Milanez Neto deverá assumir no momento oportuno a pré-candidatura a prefeito de João Pessoa, conforme antecipou seu pai, Fernando Milanez, ex-presidente da Câmara Municipal da Capital, em conversa com jornalistas. Milanez pai salientou que se o filho não for consolidado como postulante à sucessão de Luciano Cartaxo, deverá integrar a chapa majoritária, na condição de vice. Salientou o ex-presidente do legislativo que pretende cuidar pessoalmente da campanha do filho em 2020. E fez um alerta: “Não o subestimem. Ele tem posicionamentos definidos”.

Milanez Neto é líder do governo Luciano Cartaxo na Câmara Municipal de João Pessoa. O atual gestor, que foi reeleito em 2016, mas não pôde comemorar uma vitória do irmão gêmeo Lucélio a governador em 2018 (ele foi derrotado pelo socialista João Azevedo, apoiado por Ricardo Coutinho) não faz qualquer comentário sobre disputa à sua cadeira, insistindo na cantilena de que continuará dando prioridade à execução de obras de interesse público. Mas seus próprios aliados começam a defender que Luciano “se reavalie” politicamente em 2019, caso deseje a sobrevivência do seu esquema no poder.

A derrota de Lucélio ao Palácio da Redenção já foi atribuída por Luciano à desunião das oposições na fase inicial de decisões para o pleito, quando tanto ele (Luciano) quanto Romero Rodrigues, prefeito de Campina Grande, se anunciaram pré-candidatos. No final das contas, em meio a sucessivas tratativas políticas e discussões de bastidores sobre candidaturas competitivas, a chapa oposicionista foi encabeçada por Lucélio tendo como vice a doutora Micheline Rodrigues, mulher do prefeito Romero, com o apoio do senador Cássio Cunha Lima.

Para além do futuro de Luciano, que sobressai como o expoente mais destacado do “clã” Cartaxo, há quem se preocupe com o destino de Lucélio. Na versão de um interlocutor do “clã”, o irmão gêmeo do prefeito já foi jogado na fogueira em duas ocasiões, como candidato a senador em 2014 e agora a governador, saindo derrotado, conquanto tivesse desempenho surpreendente ou até expressivo. O que se diz nas rodas políticas é que Lucélio pretende se testar em outros mandatos eletivos – no campo proporcional, tentando viabilizar um projeto político que persegue de forma obstinada.

 

Deixe uma resposta