Miguel Falabella afirma que muita gente puxou seu tapete na Globo

O apresentador e diretor Miguel Falabella. (Foto: Reprodução)

Miguel Falabella fez revelações polêmicas no Lady Night de Tatá Werneck. Na ocasião, ele disse que já teve seu tapete puxado na Globo, mas evitou citar nomes. “Muita gente puxou meu tapete. Fui sacaneado, falaram ‘acabou’, e eu: ‘não vou ficar em casa, vou me reinventar’”, disparou.

Neymar dribla a imprensa com suposto fake no Instagram e é desmascarado

Ele ainda disse que trabalhou com várias atrizes insuportáveis e geniosas, e novamente, não disse quem: “Várias, as mais insuportáveis. Trabalhei com todas. Já fui muito insuportável, ao ponto de chegar em casa e telefonar para pedir desculpa”. E continuou com as revelações.

“Houve uma época em que fui muito maltratado romanticamente, fui sacaneado, chifrado, e estava gravando a novela ‘Cara & Coroa’. Estava muito infeliz. Fazia o marido da Maitê Proença”, disse ainda, revelando o que a atriz disse a ele nesse período que ele estava insuportável de lidar.

“Ela foi tão bonita comigo… Estávamos gravando em uma lancha em alto-mar, a câmera em outra lancha. Ela sentada, de repente olhou para mim e falou ‘Miguel, está tão insuportável trabalhar contigo, porra, pelo amor de Deus, faz alguma coisa, fica duro acordar de manhã, muito difícil trabalhar junto. Vou te dar um conselho: esquece essa história, se você não pode querer bem, não queira nada, olhe através’”, revelou.

(Foto: Juliana Coutinho/Multishow/Divulgação)

E por fim, ele comentou sobre a Lei Rouanet, tão criticada por Jair Bolsonaro: “As pessoas ficam falando besteira da Lei Rouanet. Tem coisas erradas? Tem sim, mas como um todo, é uma merda? Não é, não. Bem usada, ela é maravilhosa, 10% dos ingressos são destinados a pessoas que jamais foram um teatro, crianças que nunca viram um fenômeno teatral. Como eu, que tive uma avó que me levou e mudou minha vida”.