Microsoft pede ajuda à AMD para ampliar produção do Xbox

0
78

A Microsoft pediu ajuda à AMD para ampliar a produção de novos consoles Xbox Series S e Xbox Series X. O aparelho, lançado em novembro passado, foi muito bem recebido pelos fãs e, como consequência, os seus estoques em lojas de vários países acabou se esgotando mais rápido que o previsto.

O chefe da divisão de jogos da Microsoft, Phil Spencer, recentemente reconheceu o problema durante uma entrevista conduzida por Larry “Major Nelson” Hryb, o diretor de programação da Xbox Live.

“Eu estava no telefone com Lisa Su [CEO da AMD] na última semana, perguntando ‘Como podemos fazer mais? Como podemos fazer mais?’, então isso é algo que estamos constantemente trabalhando em cima”.

O show inteiro pode ser conferido abaixo. Spencer entra pouco depois dos 24 minutos.

Spencer não entrou em detalhes sobre a conversa que teve com Su, tampouco o que as empresas farão para compensar a demanda pelo console nos estoques esgotados das lojas. “Nós conseguimos lançar os consoles — eu gostaria que a gente tivesse mais deles, nós estamos vendendo rápido demais”, disse o executivo da Microsoft.

O podcast também serviu como oportunidade para que Spencer desmentisse alguns rumores levantados por certos especialistas do setor, de que a Microsoft teria propositalmente limitado a fabricação do Xbox Series X a fim de maximizar a rentabilidade dos produtos por meio de geração artificial de demanda.

Phil Spencer quer ampliar linha de produção para compensar estoque do novo console. Imagem: eVRydayVR/Wikimedia Commons

“Não estamos segurando nada, estamos montando tudo o mais rápido que podemos”, disse Phil Spencer. “Todas as linhas estão funcionando”. Ele ainda disse que os estoques limitados são uma questão de “física e engenharia”, sem detalhar muito o que isso quer dizer.

Falta de estoque da Sony

Recentemente, a Sony também anunciou medidas para ampliar sua capacidade de fabricação de novas unidades do PlayStation 5 e, com sorte, compensar a sua própria falta de estoque nas lojas.

No Japão, a empresa anunciou a descontinuação de diversas versões do PlayStation 4 e PlayStation 4 Pro para usar as estruturas das máquinas antigas na construção do PS5.

No Brasil, o varejo lista ambos os consoles como “disponíveis”, mas nenhum em pronta entrega. Em outras palavras, um Xbox Series X ou PlayStation 5 comprado hoje devem ser entregues em algumas semanas, ou meses, dependendo da loja escolhida.

Fonte: Major Nelson, via YouTube