Membro da ONU diz que ataques indiscriminados da Rússia podem ser crimes de guerra

Os ataques indiscriminados da Rússia são proibidos pelo direito internacional humanitário e “podem constituir crimes de guerra”, disse a chefe de direitos humanos da ONU, Michelle Bachelet, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra nesta quarta-feira (30).

Bachelet disse que seus investigadores estão investigando 24 casos em que munições cluster foram usadas pela Rússia. Hospitais, abastecimento de água e prédios administrativos foram atingidos por mísseis ou bombardeios, informou ela.

“A destruição massiva de bens civis e o alto número de vítimas civis indicam fortemente que os princípios fundamentais de distinção, proporcionalidade e precaução não foram suficientemente respeitados”, disse.

O povo ucraniano está enfrentando um “pesadelo vivo”, acrescentou Bachelet.

“As hostilidades devem parar, sem demora”, disse Bachelet. “Hoje, peço à Federação Russa que atenda aos apelos claros e fortes da Assembleia Geral e deste Conselho e aja imediatamente para retirar suas tropas do território ucraniano.”

Fonte: CNN Brasil

Foto: Maximilian Clarke