Mazda vai iniciar produção de motores Inline-Six no início de 2022

0
129

Os novos motores provavelmente chegarão dentro de novos modelos, e um relatório cita “fabricantes de peças filiados na Mazda” como a fonte da data de produção. De acordo com as fontes do Nikkei, a produção desses veículos começará na fábrica de Hofu, província de Yamaguchi, no início do próximo ano. Os rumores continuam a notar que o moinho será oferecido nas variantes a gás, diesel e Skyactiv-X.

A data do início de 2022 é notável porque se acreditava que as novas fábricas, com a produção de novos veículos de tração traseira só chegariam depois de 2022.

A Mazda é uma pequena fabricante de automóveis nesta indústria automóvel, em rápida mudança. As vendas mantiveram-se consistentes na última década, com 2020 a ´subir´ 0,2% em relação a 2019. As vendas ´Miata´ subiram 13,6%. No entanto, a competição só vai aumentar, e a Mazda está melhor, a tentar posicionar-se para essa realidade.

A introdução do motor inline-six é emparelhada com a mudança da empresa para oferecer tração traseira numa dinâmica de condução mais desportiva, sendo que os novos motores provavelmente chegarão dentro de novos modelos. Não é claro quando veremos os novos modelos inline da Mazda, embora tenham existado rumores de que a Mazda não revelará novos produtos até 2022.

Ao longo dos últimos anos, os rumores em torno da Mazda têm-se focado muitas vezes em duas coisas – o regresso do motor rotativo e o lançamento de motores inline-six. Nenhum dos dois são segredos bem guardados neste momento, com o regresso rotativo no início de 2022. No entanto, o início da produção dos seus motores inline-six tem sido um mistério até agora. Um novo relatório nikkei asiático diz que o fabricante de automóveis vai  começar a produzir carros inline-six-powered no início de 2022.

Assim, a Mazda está a trabalhar para desenvolver grandes e pequenas categorias de produtos, de acordo com o relatório, e com grandes produtos, incluindo SUV. Dois sucederão ao CX-5 e cX-8, embora a publicação note que a Mazda deverá continuar a oferecer os quatro. Um relatório de novembro sugeria que o CX-5 de próxima geração seria premium para competir contra os gostos da Mercedes e da BMW, e obter um novo nome – o CX-50. Ofereceria os novos motores inline-six da empresa de 3,0 e 3,3 litros, o que o relatório do Nikkei confirma.

Fonte: Motor1

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões