‘Manga Rosa’ toma posse como prefeito interino do Conde, após prefeita ser presa na Operação Calvário

0
193

O presidente da Câmara de Vereadores do Conde, no Litoral Sul paraibano, Carlos André de Oliveira, conhecido como Manga Rosa (MDB) tomou posse como prefeito interino da cidade nesta quarta-feira (18). A posse aconteceu um dia após a prefeita Márcia Lucena (PSB) ser presa preventivamente durante a 7ª fase da Operação Calvário, deflagrada na terça-feira (17).

A solenidade aconteceu durante uma sessão extraordinária, logo após a audiência de custódia da prefeita, que teve a prisão mantida e vai ser levada para o Presídio Feminino Júlia Maranhão. Márcia é investigada como uma das principais responsáveis pela estruturação das fraudes na educação. Ela foi secretária de educação da Paraíba no governo de Ricardo Coutinho (PSB), apontado pelo MPPB como chefe da suposta organização criminosa e que teve prisão decretada.

Carlos Manga Rosa tomou posse pois o vice-prefeito do município, Temístocles de Almeida Ribeiro Filho (Patriota), renunciou ao mandato em setembro.

Durante o discurso, o prefeito interino pediu ajuda e compreensão de todos. Ele reforçou que é um funcionário do povo do Conde e que pretende dar continuidade ao trabalho que está sendo feito na cidade.

“Não é um momento de festa e nem de euforia. Mas eu acho que temos que ter união, esforço e paciência e compromisso. Vai ser um momento novo não só para cidade do Conde, mas para mim também. Vou ter que aprender junto com vocês”, pontuou.