Mais de 1.160 famílias são beneficiadas na retomada da distribuição de cestas nutricionais e kits de higiene

0
38

Mais de 1.160 famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica afetadas pela pandemia do novo coronavírus foram beneficiadas nesta terça-feira (21) com a retomada da entrega das cestas nutricionais e kits de higiene. A ação, promovida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), faz parte do programa João Pessoa Sustentável. Nesta terça-feira, foram beneficiadas 400 famílias do Residencial Saturnino de Brito, 360 famílias da Comunidade Renascer e 408 famílias das Comunidades Porto do Capim, Vila Nassau, XV de Novembro e Frei Vital.

“É uma ação que precisa desse envolvimento porque chega até os moradores sem que eles precisem sair de suas casas para receber a ajuda. Também orientamos os moradores sobre os cuidados com a saúde, da importância de se protegerem contra o novo coronavírus. E vamos continuar esse trabalho até que possamos alcançar a meta, que é beneficiar 41 mil pessoas carentes de 37 territórios da Capital”, afirmou Daliana Grisi, da Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável.

Anúncio

A previsão é de que esta segunda fase da ação seja concluída até o dia 10 de julho, totalizando 13 dias de entrega. As entregas acontecem de porta em porta, sem que os moradores sejam submetidos a aglomerações. Todas as localidades foram pré-definidas por critérios do BID e o trabalho é resultado de uma ação piloto do Centro de Monitoramento da Cidade, que será um equipamento capaz de monitorar o movimento e o desenvolvimento de João Pessoa.

Estrutura – Para cada distribuição de cestas e kits, a Prefeitura Municipal de João Pessoa disponibiliza aproximadamente 280 profissionais de 13 secretarias e ainda tem o apoio logístico do Exército Brasileiro, Marinha e Polícia Militar. Compõem a frente de ações as secretarias municipais: Sedes, Sedurb, Semob, Semhab, Seinfra, Sedec, Saúde, Secom, Sead, Guarda Municipal, Defesa Civil, Orçamento Participativo e IPM.