Lucid Motors revela toda a tecnologia, e Amazon Alexa será o assistente de voz principal

0
134

Toda esta tecnologia pretendida pela marca dentro de seu Air sedan totalmente elétrico tem como objetivo marcar a´Lucid User Experience´ da empresa, ou Lucid UX, incluir toda a tecnologia que os clientes possam querer num veículo com preço entre $ 80.000 (Cerca de 65.580 €)e $ 169.000 (Cerca de 138.550 €) sem adicionar desordem e confusão.

“Nós realmente tentamos seguir um princípio forte de facilidade de uso e uma curva de aprendizagem curta, para que tenhamos respostas rápidas e uma sensação geral de elegância ”, disse Derek Jenkins, chefe de design da Lucid numa entrevista recente. “Eu meio que queria deixar de ser excessivamente técnico ou de aparência científica e realmente avançar para algo que é mais adequado à marca e ao nosso espírito de design.”

O interior não é tão rígido quanto um Tesla Model 3 ou Tesla Model Y, nem tão abastecido como alguns dos veículos de luxo alemães. “No início do projeto, eu sempre dizia à equipa:‘ Ouça, quero que a minha mãe seja capaz de descobrir e entrar neste carro pela primeira vez ‘”, disse Jenkins.

Você que ama tudo sobre celular e sempre quis saber como consertar o seu próprio aparelho, vai descobrir agora,e sem sair de casa! Ficou interessado? Então clique no link abaixo e saiba mais.

“Ela deve ser capaz de saber instintivamente, provavelmente, o interruptor da luz e as fechaduras das portas estarão no lado esquerdo porque é onde sempre estão e não precisam procurar essas coisas. Ou que os controles de clima são provavelmente na consola inferior, porque é onde costuma estar e sempre estiveram. Eu apenas senti que deveria ter intuição e um grau de simplicidade, embora ainda tenha recursos impressionantes e um sistema que pode ainda crescer. ”

Oito meses após a Lucid Motors exibir a versão final de seu sedã Air totalmente elétrico, a empresa finalmente revelou a tecnologia na cabine – do ecrã curvo de 34 polegadas, até ao segundo ecrã sensível ao toque , e o software subjacente, aplicativos integrados e assistente de voz Amazon Alexa – que os motoristas e passageiros usarão assim que a marca começar as entregas do veículo no segundo semestre.

O ecrã curvo 5K de 34 polegadas, flutua ligeiramente acima do painel e é o hardware mais visível no veículo, embora não seja o único componente que vale a pena mencionar. Na verdade, são três monitores separados , e alojados numa única placa de vidro, uma técnica que a Mercedes-Benz usou no seu hiperecrã de 56 polegadas. Na extrema esquerda está um ecrã sensível ao toque onde o Lucid posicionou os controles mais importantes, ou essenciais, do veículo, como os descongeladores de janelas, e as configurações de iluminação.

O ecrã do meio é o painel de instrumentos, onde o motorista verá a velocidade e a autonomia restante da bateria. O lado direito do painel de instrumentos é um widget que pode exibir uma variedade de informações, dependendo do utilizador, incluindo a navegação ou qual a música que está a tocar.

O painel de instrumentos também é onde o motorista verá se o sistema da assistência avançada ao motorista está ativado. À direita do volante está outro ecrã sensível ao toque que o Lucid está a denominar de ecrã inicial. É aqui que a navegação, media e as comunicações serão localizadas. Continuando para baixo e para a área da consola central está outro ecrã curvo que o Lucid apelidou de “painel piloto”, e que exibe controlos do clima e funções do assento, incluindo um recurso de massagem, junto com todas as outras configurações do veículo.

O motorista ou passageiro pode fazer deslizar os menus do ecrã inicial até ao painel do piloto para exibir controles detalhados de música ou navegação. E se o motorista não quer aquele touchscreen adicional, o painel do piloto pode ser retraído, abrindo o acesso a um espaço de armazenamento atrás dele.

É importante ainda notar que os interruptores analógicos ainda estão dentro do veículo em três áreas: as portas, o volante e um espaço entre o painel piloto e o ecrã inicial superior. Ao lado das portas, o motorista ou passageiros encontrarão os interruptores das janelas e travões de porta internas. Logo acima do ecrã da consola central estão quatro botões físicos que permitem ao motorista ou passageiro controlar a temperatura do clima e velocidade do ventilador.

No volante, há uma barra de toque e dois botões para alternar. Esses botões podem ser usados ​​para iniciar o assistente de voz Alexa e ligar e desligar as funções avançadas de assistência ao motorista, bem como ajuste a distância a seguir no controle de cruzeiro e no volume. “Fizemos muitas pesquisas a partir dessas discussões sobre interação analógica, como botões físicos e interação digital num touchscreen ”, disse Jenkins. “O que descobrimos foi que havia algumas funcionalidades importantes que as pessoas ainda querem ter interação”

O veículo também é carregado com 32 sensores, incluindo um para interagir, e que está localizado logo abaixo da lâmina do nariz no exterior do veículo. Abaixo disso está uma entrada de ar inferior e, em seguida, um radar voltado para a frente. Outros sensores de radar estão localizados nos cantos externos. Existem câmeras externas, também, no nariz e no tejadilho.

Fonte: Techcrunch

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões