Lady Night cutuca ‘calo’ do Rouge, ganha tom mais sério e deixa Tata Werneck emocionada

Rouge no Lady Night (Foto: Reprodução/Multishow)

O Rouge estará nesta sexta-feira, 30 de novembro, estará no sofá de Tata Werneck no Lady Night! As cantoras Karin Hils, Lissah Martins, Aline Wirley, Fantine Thó e Luciana Andrade se divertirão com a apresentadora tentando separá-las novamente, claro que tudo não se tratou de um quadro.

+ No ar em O Sétimo Guardião, Yanna Lavigne chora no Encontro Com Fátima Bernardes e ressalta: “Família é o mais importante”

No “Tentando Separar o Rouge”, Tata fará perguntas que as meninas terão que se comprometer e apontar qual integrante está mais associada a questão. “Quem é mais do contra?”, as meninas do Rouge não conseguirão entrar num consenso. “Nós somos do movimento de tirar rótulo, são cinco contra uma”, brincou  Fantine com Tata Werneck. “Nada é simples aqui”, confirmou Li Martins. Seguindo a dinâmica do talk show, Tata pediu para as cantoras do Rouge cantar: “Sim”, “Não” e “Talvez” para perguntas que foram para lá de embaraçosas, mas sem perder o bom humor. O quadro fez uma referência ao que realmente aconteceu com o grupo, ele foi formado em 2002 e acabou em 2006. Há dois anos Karin, Li, Aline, Fantine e Lu Andrade decidiram se voltar aos palcos e depois de sair um EP 5 recentemente, elas ainda gravarão um novo álbum.

+ Ivete Sangalo entrega que Fernanda Gentil se casou em segredo com Priscila Montandon

“Vocês voltariam a trabalhar com o Rick Bonadio?”, questionou Tata. A maioria das meninas responderam que sim, no entanto, teve uma voz que disse não. Para quem não sabe, foi o produtor Rick Bonadio que esteve a frente do projeto Rouge há 16 anos. Por conta do fenômeno que o Rouge foi há boatos que as relações não são das melhores.

+ Traição, porrada, discussão e agressão: Cantores e atores da Globo e Record enfrentam inferno em casa

Rouge no Lady Night (Foto: Reprodução/Multishow)

Diferente da maioria dos programa do Lady Night onde as piadas são mais constantes, nessa gravação Tata ganhou um tom mais sério por ser fã das meninas do Rouge. Há um momento em que a apresentadora perguntou para Lu Andrade, que atualmente está disputando o Dancing Brasil, sobre a sua saída da banda em 2005.

+ Público se revolta com a forma que Mayra Cardi segura a filha Sophia e a detona: “Louca”

“Tinha de sair da minha casa, de ganhar uma bolsa para estudar canto no conservatório. Estava aprofundando na música brasileira, música clássica, descobrindo o que eu gostava de cantar. De repente veio o Rouge com as músicas que nós tínhamos que cantar. Foi um choque porque eu estava em formação ainda. Fiquei traumatizada com o sucesso que a gente teve. O sucesso foi muito complicado pela forma como aconteceu. Tinha a referência que se o sucesso era aquilo eu não queria. Preferi me esconder, ficar mais protegida”, relevou Luciana

+ No SBT, Celso Portiolli se fez presente, mostrou sua força e assim ele conseguiu um feito extraordinário

Além de muita cantoria, Tata Werneck terminou o programa emocionada: “Vocês fazem parte da minha pré-adolescência, muitas músicas me emocionam. Naquela época meu sonho ainda não tinha se realizado e pensava em me inscrever em um programa desses para divulgar meu trabalho como atriz, apresentadora. Eu pensava, o sonho delas se realizou, não vou conseguir terminar a frase”, disse. Porém, logo em seguida, fez uma brincadeira: “Não vou chorar não meu irmão”, concluiu.