Jornal do Brasil – Internacional – Por causa de venezuelanos, Temer decretará emergência em Roraima

Por conta da entrada de milhares de refugiados da Venezuela ao Brasil, o presidente Michel Temer pretende declarar estado de emergência social em Roraima, anunciou nesta quarta-feira (14) o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

Após uma reunião com Temer e outros ministros no Palácio da Alvorada, Jungmann afirmou que as Forças Armadas irão coordenar toda a ação humanitária em Roraima, além de permitir o repasse de recursos pelo governo federal.

“Será instituída a emergência social e as Forças Armadas passarão a coordenar todo a ação. O efetivo militar dará apoio às questões humanitárias, aumentando de 100 para 200 militares”, disse Jungmann.

Além disso, para atender aos refugiados, será instalado um hospital de campanha, com estrutura para cirurgias e salas de consultas médicas.

O ministro da Defesa ainda confirmou que novos postos de controle serão montados na fronteira de Roraima com a Venezuela para aumentar o trabalho de triagem dos imigrantes. Um helicóptero também será utilizado para ajudar nas operações.

Fugindo da crise política e econômica na Venezuela, mais de 40 mil venezuelanos saíram do seu país e vivem atualmente em Boa Vista, capital de Roraima. O governo brasileiro planeja receber todos que chegarem e distribuí-los em outras unidades federativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *