João Azevêdo e primeira-dama visitam 29º Salão de Artesanato da Paraíba

0
94
Salão de Artesanato da Paraíba

O governador João Azevêdo e a primeira-dama, Ana Maria Sales Lins, visitaram, nesta sexta-feira (11), o 29º Salão de Artesanato da Paraíba, montado na Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a pretensão do Governo de apresentar o talento dos artesãos paraibanos a vários Estados do país.

“Basta visitar uma feira como essa que é possível observar não só a diversidade, mas a qualidade do artesanato da Paraíba, que é um dos melhores do Brasil. Vamos fazer com que isso chegue em outros lugares, em outros Estados e para mais pessoas. Nós vamos investir cada vez mais no artesanato”, assegurou.

visita-salão6 - foto Francisco FrançaAo lado da primeira-dama e de auxiliares do Governo, João Azevêdo visitou todos os estandes do Salão de Artesanato e recebeu o reconhecimento dos artesãos pelo esforço da gestão de promover a cultura popular paraibana.

O secretário do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, destacou a grandiosidade do evento e a sua importância para a promoção do turismo do Estado. “O Salão já é referência no calendário, tanto para os turistas que visitam a Paraíba, quanto para os artesãos que comercializam seus produtos de inúmeros lugares do Estado. Nós apresentamos os quatro cantos da Paraíba nesse Salão e os turistas levam isso para o mundo inteiro”, afirmou.

Representando o Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), Marielza Rodriguez, enalteceu a missão do programa de estimular o empreendedorismo dos artesãos. “Nós estamos trazendo o empreendedorismo para dentro do artesanato. Nessa perspectiva, nós vamos trabalhar a cadeia produtiva de forma geral, levando em consideração, principalmente, a capacitação do artesão para que ele caminhe com as próprias pernas e possa estar preparado para o mercado”, disse.

O secretário de Cultura do Estado, Damião Ramos, garantiu que o Governo irá fortalecer os incentivos às atividades populares. “Feiras como essas representam o estímulo para se mostrar o que o povo produz como arte popular. A preocupação do governo vai além e visa estimular uma produção cada vez mais crescente para resgatar os valores folclóricos e culturais”, enfatizou.

visita-salão12 - foto Francisco FrançaA artesã Edileide Cabral, que participa pela primeira vez do Salão de Artesanato, disse estar emocionada e revelou que suas peças, feitas com argila, já foram levadas para vários Estados do Brasil e para a Itália. “Essa feira é um presente para todos os artesãos. É um espaço maravilhoso onde a gente recebe um estande bem organizado e temos a oportunidade de passar um mês expondo o nosso trabalho e isso se torna uma verdadeira vitrine porque as pessoas compram e fazem encomendas”, comentou.

A artesã Lia Caju, que integra a Associação das Marisqueiras de Acaú, disse que os artesãos da Paraíba estão confiantes de que os projetos para fomentar o artesanato irão resultar no aumento das vendas dos produtos.

O funcionário público Josivaldo Alves, que foi conhecer a feira ao lado da família, elogiou a organização do evento e o trabalho dos artesãos. “É uma verdadeira maravilha para nós, é muito interessante e recomendo que todos venham conhecer o Salão do Artesanato, uma riqueza para o povo paraibano”, evidenciou.

visita-salão7 - foto Francisco FrançaO 29º Salão de Artesanato foi aberto no dia 18 de dezembro e será encerrado neste domingo (13). A edição atual tem como tema “O Artesanato – a economia criativa no turismo”, e homenageia o município de Cabaceiras – a ‘Roliúde Nordestina’ – que além da forte atuação no turismo, se destaca pelo artesanato, cuja tipologia principal é o couro.

O evento, promovido pela Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico e pelo Programa do Artesanato da Paraíba, expõe os trabalhos de 389 artesãos de 76 municípios paraibanos.