Jacobs vence os 100 metros rasos, e Itália leva dois ouros no atletismo

0
128
Foto: Reprodução

Pela primeira vez na história, um italiano é medalha de ouro na prova mais rápida do atletismo. Lamont Marcell Jacobs fez 9,80 segundos e superou Fred Kerley, dos Estados Unidos, com 9,84s. O bronze foi do canadense Andre de Grasse, com 9,89s, em prova que não teve nenhum jamaicano na final depois da aposentadoria da lenda Usain Bolt.

A Itália fez dobradinha de ouro no Estádio Olímpico de Tóquio, com Gianmarco Tamberi no lugar mais alto do pódio no salto em altura. Ele empatou com Mutaz Essa Barshim, do Catar, com 2,37m. Os dois optaram por não continuar com suas tentativas e dividir o lugar mais alto do pódio.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

O bronze ficou com Maksim Nedasekau, de Belarus, que alcançou a mesma marca, mas perdeu no desempate de outros saltos.

A venezuelana Yulimar Rojas bateu o recorde olímpico logo na primeira tentativa da final do salto triplo feminino. Continuou a saltar e, na última chance, superou o recorde mundial, que já durava 26 anos. A marca de 15,67m foi 17 centímetros melhor que a anterior.

Patrícia Mamona, de Portugal, ficou com a prata, com 15,01m. Ana Peleteiro, da Espanha, conquistou o bronze, com 14,87m.

Com Globo Esporte